A Revolução devora seus pais - Nazis Ucranianos atacam Poroshenko - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

domingo, 29 de outubro de 2017

A Revolução devora seus pais - Nazis Ucranianos atacam Poroshenko

Fort Russ NewsPolitnavigator  - traduzido por  Inessa Sinchougova

KIEV, Ucrânia. Veteranos da "operação antiterrorista" reuniram-se em Kiev hoje antes da Verkhovna Rada, anunciando o início do bloqueio dos negócios do presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko.

O deputado Yegor Sobolev afirmou: "Os rapazes tomaram uma decisão sensata de que ninguém sofrerá, ninguém será atacado. 


Mas ao lado do centro logístico da fábrica de chocolate Roshen, uma equipe de veteranos de guerra para a independência já está acampada. bloquear o caminho para os caminhões, que enriquecem o presidente ", disse Sobolev.


Outros grupos irão instar os cidadãos a não comprar os doces, pois "todo esse dinheiro vai enriquecer o presidente em um momento em que precisamos de um comandante em chefe supremo".

Deputado da Verkhovna Rada, Semen Semenchenko e ex-lutador do batalhão do setor direito "Donbass", convocou todos os cidadãos da Ucrânia a se auto-organizar.

"Estamos começando a formar nossas unidades na Ucrânia. Devemos forçar o presidente a lembrar por que ele foi eleito", disse Semenchenko.

Poroshenko não reagiu ao ultimato dos militantes anunciado no fim de semana passado. Eles exigiram que o presidente introduzisse leis sobre tribunais de impeachment e corrupção durante a semana de trabalho. Os militantes ameaçaram Poroshenko com o "destino de Ceausescu". 

Ceauşescu foi julgado em um tribunal em 1989 pelo governo provisório da Romênia. Ele enfrentou acusações, incluindo recolha ilegal de riqueza e genocídio. Ceauşescu repetidamente negou a autoridade do tribunal que o julgou e afirmou que ele ainda era legalmente presidente da Romênia. No final do julgamento rápido, Ceauşescu foi considerado culpado e condenado à morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here