quinta-feira, 26 de outubro de 2017

EUA violam liberdade de imprensa ao impedir trabalho da mídia russa

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que irá responder à decisão do Twitter de banir publicidade do canal RT e da agência Sputnik, considerada por Moscou mais uma das medidas agressivas adotadas contra a Rússia nos Estados Unidos.
Logo da agência de notícias Sputnik, boicotada pelo Twitter


Segundo a chancelaria russa, os EUA violam a liberdade de imprensa e leis tanto nacionais quanto internacionais ao dificultar as atividades dos órgãos de mídia da Rússia. 

Mais cedo, o Twitter anunciou que iria cortar toda a publicidade ligada às contas do RT e da Sputnik, por conta das investigações relacionadas à suposta interferência russa nas eleições norte-americanas de 2016. A empresa afirmou que foi uma decisão "política" e que Sputnik e RT continuarão participando da rede social como "usuários orgânicos", segundo "as regras do Twitter".

De acordo com Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, o fato de uma companhia privada se juntar à campanha contra a Sputnik representa um ataque sem precedentes à mídia russa.

"Haverá, obviamente, medidas sendo adotadas em resposta", disse ela.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário