domingo, 18 de fevereiro de 2018

Amor por um míssil e viagem à Rússia: 'Kim Jong-un' conta tudo à Sputnik (EXCLUSIVO)

Este Kim Jong-un fez uma viagem à Rússia para filmar um clipe que mostra sua história de amor com seu míssil favorito. E como é viver com o líder supremo da Coreia do Norte? O seu sósia confidenciou à Sputnik como vive a sua experiência incomum.
Howard, o australiano que vive como sósia do líder norte-coreano Kim Jong-un


Ele se chama Howard e é um jovem australiano que vive em Hong Kong. Se ele encarnasse o papel do homem mais temido na Península da Coreia diariamente, isto provavelmente lhe traria problemas.

Contudo, em uma entrevista à Sputnik França, ele disse que não se parece realmente com o líder norte-coreano. Esta semelhança se deve, segundo ele, apenas à maquiagem e ao corte de cabelo que ele usa somente quando ele desempenha o papel de Kim Jong-un.
Howard explicou que, antes de encarnar o líder norte-coreano, ele levou alguns anos para se preparar para esse importante papel através de uma pesquisa cuidadosa.
"Sempre tive um interesse particular na Coreia do Norte e sua política desde que eu era adolescente e observei o aspecto de seu líder. São necessárias três horas para me tornar o personagem", contou.
Mas não seria perigoso encarnar alguém como Kim? Na verdade não, afirmou o sósia.
"Eu não recebi nenhuma ameaça até recentemente, dois dias atrás, quando fiz uma chegada com Trump [nas Olimpíadas de Inverno, com um sósia do presidente norte-americano Donald Trump]. Foi pela internet e dizia algo como 'Ei, eu quero matar você', coisas assim, mas é só a internet", revelou.
Donald Trump and Kim Jong Un impersonators kicked out of the Olympic opening ceremonies!!
'Kim Jong-un' também gosta dos palcos. Ele cooperou artisticamente com o grupo musical russo Little Big. Durante três dias seguidos, eles trabalharam no clipe 'Lolly Bomb', que mostra o líder norte-coreano apaixonado por seu míssil favorito.
"Foi um trabalho árduo, mas foi muito profissional. Este vídeo foi excelente, então fiquei feliz. Eles me fizeram chegar [na Rússia], me colocaram num bom hotel e cuidaram de mim", disse.


Howard então rastreou a história para se lembrar da reconciliação entre as duas Coreias, incluindo as recentes Olimpíadas em solo sul-coreano. Segundo ele, "o Norte sempre deu passos para trás e ainda assim, infelizmente". Ele opinou sobre os "cenários mais prováveis" na relação entre estes dois países.
"... eles jogam para as Olimpíadas, e é por causa das sanções. Provavelmente, o Norte e o Sul vão aquecer suas relações por dois anos, mas a Coreia do Norte provavelmente ameaçará o Japão, seu antigo inimigo", avaliou o sósia.


O desempenho das torcedoras norte-coreanas durante o jogo de hóquei nas Olimpíadas foi ótimo e lindamente repetido, disse Howard. No entanto, de acordo com sósia mais novo de Kim Jong-un, essas meninas servem como uma vitrine para a propaganda do regime de seu país.
"Infelizmente, não consegui me comunicar com nenhuma delas. Seria bom se eu pudesse abraçar cada uma delas. Elas são tão bonitas", afirmou.
E, para concluir:
"Algumas delas zombaram, outras não, foi bom vê-las".


sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário