sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Bancos russos estão prontos para o desligamento da SWIFT

As instituições e empresas financeiras russas estão prontas para trabalhar sem os serviços de transferência de caixa interbancária da SWIFT, de acordo com o vice-primeiro ministro Arkady Dvorkovich.
Bancos russos estão prontos para desligar SWIFT - oficial
"Certamente, é desagradável, pois será um obstáculo para empresas e bancos, e diminuirá o trabalho. Será inevitável implantar algumas tecnologias antigas para transferência e cálculos de informações. No entanto, as empresas estão tecnicamente e psicologicamente prontas para o desligamento, já que esta ameaça foi repetidamente expressada " , disse Dvorkovich, citado pela TASS.
Ele acrescentou que a medida pode ter um impacto negativo sobre as empresas que trabalham nos EUA e na Europa.
"Em geral, desconectar a Rússia da SWIFT seria um passo louco por parte de nossos parceiros ocidentais. É óbvio que, para as empresas que trabalham na Europa e nos EUA, seria prejudicial. E isso se aplica não só ao desligamento do serviço " , disse ele.
A desconexão potencial da Rússia da SWIFT está em discussão desde 2014, quando a UE e os EUA apresentaram a primeira rodada de penalidades internacionais contra Moscou sobre o envolvimento alegado na crise da Ucrânia e a reunificação com a Criméia.
Na época, o Parlamento Europeu pediu ações fortes contra a Rússia, incluindo a expulsão do país dos serviços de transferência de dinheiro. No entanto, a Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication considerou as recomendações como violadoras de direitos e prejudiciais para as empresas.
Em 2017, a governadora do Banco Central da Rússia, Elvira Nabiullina, disse ao presidente Vladimir Putin que o setor bancário tinha todas as condições necessárias para credores operacionais e sistemas de pagamento em caso de desconexão da SWIFT. De acordo com o regulador, 90 por cento dos caixas eletrônicos na Rússia estavam prontos para aceitar o sistema de pagamento Mir, uma versão doméstica de Visa e MasterCard .
O sistema de pagamento Mir foi introduzido em 2015 após clientes de vários bancos russos (SMP Bank, InvestCapitalBank, Russia Bank e Sobinbank) não puderam usar Visa e MasterCard devido às sanções.

Um comentário :

  1. Excelente notícia. Mais uma vez a Rússia dá uma resposta à altura da arrogância ocidental. Tal sistema, certamente representa um novo risco para o ocidente, pois poderá ser expandido para outras nações. Swift sob risco.

    ResponderExcluir