quinta-feira, 21 de junho de 2018

Como construção do canal pela Arábia Saudita poderia afetar Qatar?

A Arábia Saudita pretende construir um canal para transformar o Qatar em uma ilha, complicando ainda mais a situação do país que há um ano enfrenta um bloqueio imposto pelos seus vizinhos.
Vista de Doha - capital do Qatar
O professor da Universidade Estatal Russa de Humanidades (RGGU) Grigory Kosach, em entrevista concedida à Sputnik Sérvia, acredita que mesmo sendo uma ilha, o Qatar se dará bem e se voltará em direção ao Irã e à Turquia.


A construção pressupõe que todas as estradas que ligam a Arábia Saudita ao Qatar serão cortadas.
No entanto, segundo Kosach, isso não terá nenhum impacto negativo na situação interna do Qatar. Isso acontece porque já transcorreu um ano em que todo o fornecimento de alimentos e equipamentos para o Qatar é realizado por via marítima ou aérea. O uso de vias terrestres tem sido impossível ao país há muito tempo. Portanto, o Qatar encontrou seus meios para resistir à pressão da Arábia Saudita, dos Emirados Árabes Unidos e do Egito e está desenvolvendo excelentes relações com a Turquia e o Irã.
"Além disso, esse bloqueio é uma situação sem saída em geral, porque no território do Qatar está implantada uma base norte-americana na cidade de Al Udeid. Também foram estacionadas formações militares turcas no seu território […] Por isso, para a Arábia Saudita não será possível atacar o Qatar e mudar seu governo", explicou o professor.
Ele salientou que o país se distanciou da Arábia Saudita e se aproximou do Irã. 
"Certamente, do ponto de vista político é ruim para a Arábia Saudita, porque no momento o Irã é o seu maior inimigo político", disse.
Kosach acrescentou que o Qatar possui reservas monetárias grandes e a comercialização de gás continua ativa. O país irá sobreviver nas condições atuais, sendo uma ilha ou não.

Nenhum comentário :

Postar um comentário