segunda-feira, 27 de agosto de 2018

John McCain morre aos 81 anos, Aqui está a História Completa de Todos os Seus Apelos por Guerras de Agressão, Sofrimento Desnecessário e Morte

No começo da semana, o famoso senador norte-americano John McCain foi diagnosticado com câncer no cérebro. Enquanto os estabelecimentos liberais e conservadores estão enviando seus cumprimentos, a Geopolitics Alert compilou uma lista de razões pelas quais não nos importamos com McCain. 

A lista é, claro, uma história de todas as instâncias que McCain pediu para a intervenção liderada pelos EUA em todo o mundo. Há claramente uma longa história aqui, então Geopolitics Alert compilou os exemplos mais flagrantes da Europa até a Ásia. Vamos começar com as guerras óbvias primeiro.


Afeganistão e Iraque

Obviamente, todos os senadores dos EUA (além da californiana Barbara Lee) votaram para dar ao presidente George W. Bush o poder de invadir o Afeganistão após os acontecimentos de 11 de setembro. No entanto, McCain não ficou feliz em apenas invadir o Afeganistão. Não, ele tinha outros alvos em mente desde o dia em que as torres caíram.


Apesar da alegação de McCain  em 2014 de  que “a guerra no Iraque provavelmente não teria acontecido” se ele tivesse vencido a primária republicana de 2000 e as eleições gerais, essa afirmação parecera ridícula. Em  12 de setembro de 2001 , McCain apareceu na MSNBC apresentando uma extensa lista de países que ele achava que forneciam um “porto seguro” para grupos como a Al Qaeda. Esta lista, claro, incluía o Iraque e várias outras nações que aparecem mais tarde nesta lista.

Síria

Outro país nessa lista de 2001 (claro) foi a Síria. O regime de Bush pode nunca ter tido a chance de continuar a derrubar os países do Oriente Médio (graças ao fracasso no Iraque e à exposição dessa guerra sendo vendida em mentiras). Mas McCain aparentemente nunca perdeu de vista seu ódio por Bashar Al-Assad.

Logo depois que a Primavera Árabe eclodiu na Síria, McCain - e seu parceiro constante em crimes de guerra, Sen. Lindsey Graham - rapidamente encontrou canais de comunicação com a “oposição síria”. Apenas alguns meses depois de os EUA terem endossado protestos na Síria ( mesmo  tendo seu embaixador presente ), McCain e Graham começaram a  pedir armas  para começar a fluir para o Exército Livre da Síria e outros grupos "rebeldes".
comentar imagem
comentar imagem

Líbia

Os planos de McCain para a Síria nunca funcionaram da maneira que ele queria, mas ele provavelmente deveria saber que eles nunca produziriam um resultado positivo. Se McCain não queria olhar para o Iraque para provar esse ponto, ele tinha outro exemplo mais recente que poderia ter usado: a intervenção da Otan na Líbia.

Foi menos de um ano antes de McCain querer armar takfiris sírios que ele havia apoiado com as zonas de bombardeio e exclusão aérea na Líbia. McCain até queria  ações mais duras  contra o país. Que agora se tornou uma anárquia Wild West que abriga todos os tipos de horrores do Estado Islâmico assim como um  novo tráfico de escravos.

África Ocidental e Central

McCain também é um defensor da "guerra ao terror" em outras partes da África. Embora McCain não tenha apoiado diretamente os terroristas em alguns países da África, ele ainda pediu mais intervenções dos EUA em todo o continente.

Esta lista inclui países que lidam com insurgências islâmicas,  como o Mali . McCain também pediu planos como o " envio de Forças Especiais " para resgatar garotas sequestradas pelo Boko Haram na Nigéria e a intervenção no Sudão, onde McCain e sua esposa  investiram dinheiro  por algum tempo.

Irã

Outro país na lista de nações odiadas, inicialmente apresentado pelo subsecretário de Bush de defesa, Paul Wolfowitz, e outro aliado de longa data de McCain .
Embora McCain sempre tenha dito que"ele reza" para nunca ter uma guerra com o Irã, o homem pede incessantemente e até faz piadas sobre o  bombardeio do país quando ele sente que o clima está bom. A verdade é que as posições de McCain em relação ao Irã são tão hostis que até as instituições neoconservadoras mais importantes, como o  Instituto Cato,  acham que ele é muito bruto.

Bósnia e Kosovo

Mas McCain não está satisfeito apenas em apoiar os jihadistas salafistas nos teatros tradicionais do Oriente Médio e Norte da África. Ele também apoiou radicais violentos nas franjas da Europa. Essa tendência na verdade começou em meados da década de 1990, quando McCain  foi um defensor vocal  da guerra do então presidente Bill Clinton na Bósnia.

Muitos muçulmanos viajando para a Bósnia se juntando aos mujahideen lá se uniram a grupos como o EI nos últimos anos. E as bandeiras do EI podem  ocasionalmente ser vistas  nas áreas sunitas da Bósnia agora. McCain ainda estava apoiando potenciais movimentos takfiri, acusando recentemente a  Rússia  de interferir nos assuntos locais e pedindo mais intervenção dos EUA no país.

McCain tomou decisões semelhantes quando defendeu a  intervenção dos EUA no Kosovo  no final dos anos 90. No conflito do Kosovo,  McCain apoiou  o Exército de Libertação do Kosovo: uma organização jihadista de genocídio com laços com  a Al Qaeda sob Osama Bin Laden.

Ucrânia

Não se iluda pensando que McCain só apóia jihadistas na Europa Oriental! Ele também  apóia os nazistas que  atuam como esquadrões da morte de Kiev no atual conflito ucraniano.

Isso, claro, começou em 2014, mas McCain  continuou a prometer apoio aos crimes de Kiev na região do Donbass até hoje. Isto é tudo que McCain faz para desafiar a Rússia - o país que ele acredita controlar os separatistas no leste da Ucrânia.

Rússia

A história do ódio de McCain pela Rússia remonta à Guerra Fria. Não vamos entrar no medo do comunismo de McCain, que evoluiu para apenas a russofobia geral. Mas diremos que ele não tem muitas desculpas para se concentrar em fazer ameaças a Moscou por um bom período de 15 a 20 anos.

Isso mudou em 2008, com a guerra na Ossétia do Sul entre a Geórgia e a Rússia. Durante este conflito,  McCain foi a voz mais alta  dizendo que os EUA “deveriam convocar imediatamente uma reunião do Conselho do Atlântico Norte para avaliar a segurança da Geórgia e rever as medidas que a OTAN pode tomar para contribuir para estabilizar esta situação muito perigosa”.

Esta mesma situação se repetiu na Ucrânia em 2014, mas os piores comentários de McCain vieram este ano. Assim que a comunidade de inteligência dos EUA acusou a Rússia de interferir nas eleições de 2016 nos EUA - e sem qualquer evidência - McCain  foi o primeiro a dizer que  o evento foi um "ato de guerra".

Coreia do Norte

A República Popular Democrática da Coréia (DRPK / Coréia do Norte) também foi um dos primeiros alvos de McCain fazer sua lista de desejos em 12 de setembro. Mais recentemente, porém, o republicado “oponente de Trump”,foi contra tudo sobre a coreia do norte,inclusive pediu a Trump para  atacar o país com armas nucleares .

Bônus: China

A China está meio que em sua própria classe com McCain, que fez  estranhas e vagas ameaças  ao país no passado. Tal como "a primavera árabe está chegando à China", o que quer que isso signifique. A China pode ser um alvo na periferia de McCain, mas ele ainda encoraja o antagonismo do país até hoje. Pedindo coisas  como mais "liberdade de exercícios de navegação" e outros exercícios navais no Mar do Sul da China.

Então, em suma, da próxima vez que alguém perguntar por que você não se importa com a morte de John McCain, mostre a eles este artigo. McCain encorajou a propagação da morte em todo o mundoO dia em que ele sair do Congresso será uma vitória para a raça humana.


6 comentários :

  1. Coitado de Lucifer, não sei se ele vai aquentar esse camarada lá.

    ResponderExcluir
  2. Este demônio foi o maior lobista do complexo industrial-militar estadunidense fomentando guerras e agressões armadas em todo o mundo. Já vai tarde, aliás seria melhor para a humanidade que nem houvesse nascido.

    #LulaPresidente!

    ResponderExcluir
  3. Um senhor da guerra a menos.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. este homem tem um mar de sangue nas mãos e milhões de cadaveris nas costas...a natureza é sabia sempre,já penso se tipos como esses vivessem eternamente?agora esse sujeito vai tratar é com o demônio no inferno.

      Excluir