terça-feira, 28 de agosto de 2018

Mídia ucraniana descreve míssil que 'poderá atingir Moscou'

A revista ucraniana Obozrevatel revelou características do míssil de cruzeiro ucraniano Neptun, cujos primeiros testes decorreram em março de 2016.
Míssil de cruzeiro ucraniano Neptun


O Neptun é destinado a destruir navios de combate e embarcações de transporte em grupos de choque. De acordo com a edição, trata-se de um míssil "superpotente", que alegadamente ultrapassa análogos russos por muitas de suas características.


Enquanto isso, a edição indicou que por enquanto não se sabe sobre as particularidades exatas do Neptun, contudo, a revista apontou que há "suposições de que serão similares ao russo Kh-35". A altitude de voo, conforme a edição, pode variar de 10 a 30 metros, e de 4 a 5 metros antes de atingir o alvo.

Acredita-se que o míssil será dotado de uma ogiva explosiva acumulativa. De acordo com a edição, estão sendo elaboradas três possíveis versões do sistema: de baseamento terrestre, aéreo e naval. A arma será destinada a destruição de variados tipos de alvos, enquanto o alcance do míssil será de 280 km.

"O míssil é capaz de atingir um alvo submarino a 280 km, quanto contra um alvo terrestre fixo este número seria maior. Se se esforçar muito, pode alcançar até mesmo Moscou", afirmou o analista militar, Sergei Zgurtsa, citado pela revista.

Os primeiros testes do míssil decorreram em março de 2016. Durante os lançamentos em janeiro de 2018, foram testados as características de voo do sistema. O Conselho de Segurança e Defesa Nacional da Ucrânia declarou sucesso dos testes.
Anteriormente, o jornalista ucraniano Aleksandr Dubinsky criticou os "novos" armamentos do Exército da Ucrânia que participarão do desfile militar por ocasião do Dia da Independência do país.

Nenhum comentário :

Postar um comentário