quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Roscosmos explica causa do acidente do foguete Soyuz

A causa do acidente com o foguete Soyuz-FG foi uma falha do sensor de separação de estágios, diz a Roscosmos.
Lançamento do foguete-portador Soyuz-FG transportando a nave espacial tripulada Soyuz MS-09 a partir do cosmódromo de Baikonur
O acidente com o foguete Soyuz-FG ocorreu devido ao mau funcionamento do sensor de separação do primeiro e do segundo estágios, declarou na quarta-feira (24) o diretor executivo da Roscosmos, Sergei Krikalev.


Mais cedo, fontes da Sputnik falaram repetidamente sobre esta versão, a qual não foi então confirmada oficialmente.

A operação anormal do sensor resultou em que um dos blocos laterais do primeiro estágio não se moveu a distância necessária e atingiu o tanque de combustível do segundo estágio, sendo que no final o tanque se rompeu, disse Krikalev.

O primeiro acidente na história da Rússia moderna em um programa espacial tripulado ocorreu em 11 de outubro. O veículo de lançamento Soyuz-FG não conseguiu levar para a órbita a nave espacial Soyuz MS-10 com a nova tripulação da Estação Espacial Internacional (EEI).
A bordo estavam o astronauta norte-americano Nick Hague e o cosmonauta russo Aleksei Ovchinin, que pousaram ilesos no Cazaquistão a bordo da cápsula de resgate.

A Roscosmos criou uma comissão para investigar o acidente. Foi aberto um processo criminal sobre violação dos regulamentos de segurança em obras de construção. É possível que o erro tenha ocorrido durante o processo de montagem.

Está planejado divulgar os resultados do trabalho da comissão em uma coletiva no centro de controle da missão na cidade de Korolev, região de Moscou, em 1º de novembro.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário