domingo, 28 de outubro de 2018

Rússia testa com sucesso o elemento-chave da espaçonave de propulsão nuclear

O sistema de resfriamento, que é o elemento mais importante da unidade russa de transporte espacial a energia desenvolvida com base na propulsão elétrica nuclear de megawatts, foi testado com sucesso na Rússia, foi afirmado por autoridades governamentais na Segunda-feira.
Russia to Start Financing New Phoenix Carrier Rocket Development in 2018
“As obras foram totalmente concluídas. Os resultados atendem aos requisitos das especificações técnicas ", diz a informação postada no site.


Os testes foram realizados em condições o mais próximo possível do espaço exterior. O projeto é desenvolvido pelo Centro de Pesquisa Keldysh, a pedido da empresa estatal russa Roscosmos.

A Rússia vem desenvolvendo um projeto único para criar uma unidade de transporte e energia com base em uma propulsão elétrica nuclear de classe megawatt desde 2010.

A propulsão inclui um reator nuclear e sistemas, necessários para produzir o calor necessário, bem como para o controle e proteção do reator. As soluções técnicas incluídas no conceito da unidade permitirão resolver uma ampla gama de tarefas espaciais, incluindo programas de pesquisa da Lua e planetas distantes.

Em março, a Roscosmos anunciou planos de gastar cerca de 1,6 bilhão de rublos (US $ 27,7 milhões) para projetar um foguete de transporte super-pesado. O desenvolvimento está previsto para ser concluído em 31 de outubro de 2019. O veículo deve ser capaz de levantar mais de 80 milhões(!?) de toneladas em órbita baixa da Terra e ser capaz de entregar pelo menos 20 toneladas de carga útil para a Lua.

O projeto deve incluir a possibilidade de aumentar a capacidade de carga do foguete para 140 e 27 toneladas para as duas distâncias acima mencionadas. Está previsto que a nova transportadora possa ser usada para entregar naves espaciais e estações não apenas para a Lua, mas também para Marte e Júpiter.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário