sábado, 27 de outubro de 2018

Su-57 trabalhou mais do que imaginamos na Síria,mais novidades da defesa aérea.

Uma Foto de um dos PAK T-50 que passou algum tempo na Síria mostra oito estrelas na fuselagem. 
Resultado de imagem para su-57 na Síria
Para aeronaves russas na Síria,Cada símbolo/estrela representa 10 missões realizadas . 


Assumindo que isso e se aplica aqui, esses Su-57 devem ter ficado muito ocupados 

comentar imagem
Ao contrário do F-35, que é novamente aterrado com mais problemas!

marinecorpstimes

A única missão militar do F-35 foi um par de F-35s navais enviados de um porta-aviões no norte do Mar da Arábia para o Afeganistão. Os F-35s carregavam algumas bombas. Eles desembarcaram em uma base aérea no Afeganistão para reabastecer para o vôo de volta para a transportadora.O aspecto furtivo foi irrelevante, pois o Afeganistão não possui um sistema de defesa aérea eficaz.

Outra novidade da guerra síria é que as defesas aéreas foram bem endurecidas - dai de israel voltar a bombardear gaza mais nada de bombardeio na Síria.

Forças de Defesa de Israel culpam a Síria, Irã por ataque a Gaza 

Imagem do Google Earth da implantação da defesa antimíssil em torno de Masyaf - 2 x S-200, S-300 PM2, armazenamento de equipamento do S-300, 2 x Pantsir-S, S-400 a uma altitude de ~ 1300 metros. Isso parece um conjunto considerável de equipamentos - até mesmo os S-200 ligados à defesa aérea russo-síria deveriam dar aos sionistas um tempo para pensar. A alta elevação (~ 1300 m verus ~ 80 de Latakia) aumenta muito o alcance de detecção.
comentar imagem
Os russos disseram aos Estados Unidos que não usassem esquemas de orientação de drones através do Posedion P-8. Será que os EUA vão ignorar o conselho?

Nenhum comentário :

Postar um comentário