quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Arábia Saudita firma contrato para comprar sistema THAAD americano, relata mídia

A Arábia Saudita assinou um contrato intergovernamental com os EUA para adquirir o complexo antimíssil THAAD no valor de US$ 15 bilhões (R$ 57,9 bilhões), informa a mídia.
Teste de mísseis THAAD (foto de arquivo)


Segundo informa o canal, o contrato foi assinado nessa semana, mas só agora as informações se tornaram públicas. Entretanto, a mídia lembra que as partes começaram negociando o assunto ainda em dezembro de 2016.

De acordo com um representante anônimo do Departamento de Defesa norte-americano, citado pelo canal CNBC, a assinatura do contrato representa um "passo importante para proteger os EUA e seus parceiros regionais dos mísseis de origem iraniana".

O THAAD é um sistema de defesa antimísseis projetado para interceptar mísseis balísticos de curto e médio alcance e é produzido pela Lockheed Martin desde 2008.

No entanto, todos os contratos militares entre os dois países podem vir a ficar em perigo por causa do assassinato do jornalista dissidente Jamal Khashoggi, colaborador do jornal The Washington Post, que provocou indignação internacional.

Segundo revelou um relatório da Agência Central de Inteligência (CIA), o príncipe herdeiro saudita teria ele próprio ordenado o assassinato do jornalista. Nessa conexão, o presidente dos EUA, Donald Trump, advertiu que a Arábia Saudita enfrentará uma "punição severa" se tal se vier de fato a provar.

Apesar disso, o presidente dos EUA, Donald Trump, elogiou Riad e lembrou que Arábia Saudita é "um grande aliado" dos Estados Unidos, tendo optado por manter os acordos de armas existentes com os sauditas e dito que não acredita que a liderança do país tenha estado por trás da morte do dissidente.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário