segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Ataques aéreos da coalizão internacional matam vários civis em aldeia síria, diz mídia

Ataques da coalizão internacional, liderada pelos EUA, mataram em sua maioria mulheres e crianças de uma aldeia na província síria de Deir ez-Zor, e os cadáveres ainda estão debaixo dos escombros das casas.
Fumaça se levanta sobre a cidade de Deir ez-Zor após ataques aéreos da coalizão internacional liderada pelos EUA


A coalizão internacional, liderada pelos EUA, realizou na segunda-feira (26) ataques aéreos à aldeia Abu Hasan, na província síria de Deir ez-Zor, resultando na morte de civis. As vítimas correspondem em sua maioria a mulheres e crianças, relata o canal estatal de TV do país árabe.

"A aviação da coalizão internacional cometeu um novo crime; como resultado de ataques aéreos, há mortos e feridos entre civis da aldeia Abu Hasan, perto da cidade de Hajin, na província de Deir ez-Zor, a maioria corresponde a mulheres e crianças", comunica o canal Ikhbariya, citando fontes locais.

"Os cadáveres ainda estão debaixo dos escombros das casas", indica o canal.

A coalizão internacional liderada pelos EUA efetua regularmente ataques à cidade de Hajin e a povoados próximos, na província de Deir ez-Zor, justificando-se pela ajuda às Forças Democráticas da Síria (FDS) para combater o Daesh (grupo terrorista proibido a Rússia). A coalizão de mais de 70 países tem conduzido operações antiterroristas no Iraque e na Síria desde 2014. As ações da coalizão na Síria não foram aprovadas por Damasco, nem pela ONU.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário