domingo, 25 de novembro de 2018

ISIS Captura Cidade Chave Do Eufrates No Leste Da Síria Depois De Rasgar Linhas da SDF (+ Vídeo)

Um poderoso assalto do ISIS (também conhecido como Isil) terroristas no leste da Síria contra as forças apoiadas pelos EUA resultaram na queda de uma cidade-chave localizada no rio Eufrates ao grupo terrorista.
Síria oriental
A cidade, Al-Bahra, foi inicialmente apreendida do Estado Islâmico pelas forças democráticas sírias (SDF) apoiadas pelos EUA no final do ano passado, após uma batalha de um mês. Agora, mais uma vez, o grupo terrorista passou a possuí-a.


Além disso, há relatos do ISIS que Essa ofensiva continuou até o norte até o rio Eufrates, entrando em Kharanij, uma cidade ainda maior e antigo reduto do grupo terrorista antes de sua captura pelo SDF em dezembro do ano passado.

O ataque jihadista, que está em curso há três dias inteiros agora, usou de infiltração Envolvendo ( inghamasii ) combatentes de elite, apoiado por ativos de apoio de fogo pesado com canhões armados em caminhões e morteiros. O uso de tais armas foi comprovado no vídeo.

Há relatos de que veículos bombas suicidas (abreviados como SVBIED) podem ter sido usadas em conjunto com o ataque jihadista. Em qualquer caso, evidências em vídeo (divulgadas pela mídia do ISIS) sugerem que o ataque terrorista foi auxiliado por más condições climáticas que limitaram a capacidade de intervenção dos aviões de combate da Coalizão.

Minutos atrás, fontes da oposição afirmaram que a força aérea da Coalizão liderada pelos EUA havia começado a atacar as forças do EI em Al-Bahra.





ISIS Desencadeia Vários Assaltos Em Todo O Leste Da Síria Usando Tática Mortal

Nos últimos dois dias, o ISIS lançou uma série de ataques poderosos em todo o leste da Síria contra as forças pró-governo da Síria e as Forças Democráticas da Síria (SDF) apoiadas pelos EUA.

Aparentemente aparecendo do nada na vasta extensão do deserto da Síria, o ISIS atingiu as posições e bases da SDF perto do reduto do grupo terrorista de Hajin e avançou em direção aos campos de petróleo de Al-Omar, no leste da Síria.

Ao mesmo tempo, a facção jihadista arremessou-se contra as posições e principais áreas das forças pró-governo sírias nas províncias de Homs e Deir ez-Zour, inclusive na cidade fronteiriça estratégica de Bu Kamal e na estação de bombeamento T-2.

As forças combinadas envolvidas nesses ataques do ISIS parecem ser o número de centenas de militantes que são apoiados por ativos importantes de apoio de fogo, incluindo canhões antiaéreos, metralhadoras pesadas, morteiros e rifles.

Todas as armas pesadas usadas pelo ISIS são totalmente autopropelidas, sendo montadas na traseira de picapes, permitindo um alto grau de mobilidade.

Além disso, os ataques utilizam uma tática fundamental que é altamente característica de muitas operações do ISIS - atacar e rodar. O objetivo é manter o maior tempo possível o  Exército sírio e da SDF ocupados, a fim de evitar que essas forças mantenham a iniciativa operacional e reúnam a força necessária para acabar com as últimas fortalezas do grupo terrorista no país.

Muraselon

Nenhum comentário :

Postar um comentário