quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Paquistão libertará piloto indiano amanhã - Índia reivindica “vitória colossal”

A mídia paquistanesa informou sobre a decisão do primeiro-ministro Imran Khan sobre o piloto abatido da Força Aérea Indiana. Lembre-se que, após a confrontação de caças da Força Aérea Indiana  com a Paquistanesa o oficial das forças armadas da Índia Abhinandan foi capturado. De acordo com o chefe do governo paquistanês, ele não pretende seguir o caminho da escalada e adere às regras e regulamentos internacionais e, portanto, o piloto indiano será libertado.
Paquistão deixa piloto indiano ir - Índia reivindica “vitória colossal”


Imran Khan:

Nós tomamos uma decisão em nome da paz para deixá-lo ir amanhã - 1 de março.

Tal declaração foi feita pelo primeiro-ministro no Parlamento paquistanês. 

A reação indiana à decisão do primeiro-ministro do Paquistão chama a atenção. As maiores publicações indianas chamaram a decisão oficial de Islamabad de "uma vitória colossal para a Índia". 


Veja como a edição indiana da República descreve a situação :

O primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan, falou no parlamento paquistanês na quarta-feira, depois de repetidas declarações nas quais pediu à Índia para sentar-se à mesa de negociações. Como resultado, o Paquistão falhou e não teve outra escolha. A Índia deixou de joelhos o Paquistão, que em relação ao piloto indiano violou a Convenção de Genebra.

Depois, há comentários sobre como a Índia assustou o Paquistão e está procurando opções para "salvar o rosto". 

Na mídia paquistanesa, a decisão de Imran Khan é chamada de "um exemplo de generosidade para com alguém que carregava bombas e mísseis em terras paquistanesas".

Nenhum comentário :

Postar um comentário