Bancos europeus cessam suas operações nos países bálticos por causa da pobreza. - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 28 de maio de 2019

Bancos europeus cessam suas operações nos países bálticos por causa da pobreza.

O banco sueco Handelsbaken anunciou que cessará gradualmente as operações nos países bálticos e fechará suas filiais em Tallinn, Riga e Vilnius. Mais cedo, o banco dinamarquês Danske anunciou sua saída da região também.
Bancos europeus cessam suas operações nos países bálticos por causa de sua pobreza


As operações do banco sueco Handelsbaken não tiveram sucesso nos países bálticos, disse a administração da instituição de crédito, apesar das medidas adotadas. Esta foi a razão pela qual reduziu suas atividades na Letônia, na Lituânia e na Estônia. Em comunicado distribuído pelo serviço de imprensa da Handelsbaken, se diz que a rentabilidade dos escritórios nesses países é muito baixa, e isso com um aumento no investimento, informa a rádio Sputnik. A falta de lucro e alto custo forçará a diretoria a reduzir gradualmente suas atividades durante o próximo ano de 2020.

O comunicado de imprensa oficial afirma que, após a saída do Handelsbanken dos países bálticos, onde ele estava no mercado há dez anos, os clientes seriam atendidos por afiliadas locais nos mercados domésticos. E para os negócios do Báltico, esse é provavelmente um grande golpe, já que foi com os empresários que funcionou uma respeitável organização de crédito no norte da Europa.

Mais cedo, o dinamarquês Danske Bank anunciou sua retirada dos estados bálticos. A Letônia e a Estônia expressaram preocupação com isso, porque outros financiadores escandinavos, que anteriormente abriram filiais nos países bálticos, poderiam seguir essas organizações de crédito. Vilnius, Riga e Tallinn podem apenas esperar por um recuo do Conselho do Banco Central Europeu, no qual a política monetária será discutida.

Mais cedo, um especialista russo apontou sinais do colapso iminente da União Européia.

politexpert

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here