sexta-feira, 31 de maio de 2019

Lançamento de reator termonuclear na Rússia é anunciado

O híbrido termonuclear T-15MD, construído pelo Instituto Kurchatov, estará operacional até o final de 2020. A informação relevante foi publicada no periódico Issues of Atomic Science and Technology. Série: fusão termonuclear.

Lembre-se de que a Rússia é um dos participantes do projeto do Reator Termonuclear Experimental Internacional (ITER). 


O objetivo da pesquisa por cientistas nacionais no programa será encontrar soluções para tarefas como: geração estacionária de corrente de não indução, aquecimento e retenção de plasma quente, gerenciamento de processos na primeira parede e no desviador, e também estudar o mecanismo de formação e manutenção de barreiras de transporte. 

O artigo acima mencionado afirma que o tokamak T-15MD, criado com base no T-15 (operado até 1995), que se tornou um dos primeiros reatores de fusão do mundo ao mesmo tempo, é chamado de instalação única do ITER que operará na Rússia nos próximos 10 - 15 anos

Além disso, vale a pena recordar que o principal objectivo do projecto ITER é um estudo aprofundado das tecnologias termonucleares, com o seu posterior uso exclusivamente para fins pacíficos. O complexo de estruturas necessárias será erguido no sul da França e ocupará um total de 18 hectares. 

A importância deste experimento é difícil de superestimar. Afinal, se os pesquisadores podem encontrar uma maneira de manter o plasma aquecido em uma armadilha magnética, e gastar menos energia para fazer os ímãs, então, em última análise, a humanidade terá uma fonte praticamente inesgotável de energia renovável.

topcor

Nenhum comentário :

Postar um comentário