sexta-feira, 31 de maio de 2019

Portugal acaba de se tornar 1º país da zona do euro a emitir títulos em moeda chinesa

Portugal acaba de ultrapassar a Áustria e a Itália na corrida para se tornar o primeiro país da zona do euro a vender títulos em moeda chinesa.
Bandeira portuguesa perto da Câmara Municipal de Lisboa, 8 de novembro de 2013 (imagem de arquivo)
Lisboa emitiu os chamados Panda Bonds no valor de 2 bilhões de yuanes (R$ 1,1 bilhão) com vencimento de três anos e taxa de juro entre 3,9% e 4,5%, através da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública de Portugal (IGCP).


"Esta é a primeira emissão de Panda Bonds por um país da zona euro e o terceiro país europeu a aceder ao mercado onshore da China", disse a IGCP em comunicado emitido na quinta-feira (30).

O documento destaca que os títulos tiveram uma forte demanda por parte dos investidores, que ultrapassou 3,16 vezes a oferta, permitindo reduzir a taxa marginal inicial de 4,35% para 4,09%.

A oferta faz parte do programa de títulos Panda de 5 bilhões de iuanes de Portugal - um dos países europeus com maior nível de investimento chinês. A operação é coordenada pelo Banco da China e HSBC Holdings. Itália e Áustria já haviam manifestado interesse em vender esse tipo de títulos de dívida.

O ministro português das Finanças, Mário Centeno, disse que esta questão é um "passo positivo na gestão da dívida externa do país a médio prazo" e que esta operação permitirá a Lisboa expandir a sua base de investidores, de acordo com o canal norte-americano CNBC.

Recentemente, a agência de classificação de risco de crédito Fitch atualizou o status de Portugal de "estável" para "positivo", abrindo a porta a uma melhoria dos ratings até o final deste ano.

No início deste ano, o vice-governador do Banco Popular da China, Pan Gongsheng, comunicou que a iniciativa é fundamental para o desenvolvimento dos mercados financeiros da China, que já há muito promete abrir seu mercado de títulos para investidores estrangeiros.

O primeiro emissor soberano da União Europeia a vender títulos Panda foi a Polônia em 2016, seguida pela oferta da Hungria, um ano depois.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário