Rússia e China planejam vencer nas "guerras cambiais" devido ao ouro. - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Rússia e China planejam vencer nas "guerras cambiais" devido ao ouro.

O especialista em mercados financeiros dos EUA, Bill Holter, explicou por que a Rússia e a China estão se esforçando para maximizar as reservas de ouro e se livrar do dólar. Detalhes relatados edição "InoSMI".
Resultado de imagem para Финал валютных войн: РФ и Китай хотят "выкачать" все золото из Запада


O especialista observou que a prata e o ouro são os principais concorrentes de qualquer moeda fiduciária. Pessoas influentes que entendem isso estão tentando convencer o mundo inteiro de que metais preciosos são ruins, e euros, dólares, são bons. Colocando o dinheiro de diferentes países sob uma luz desfavorável, eles apoiam moedas fiduciárias, bem como emitem novos empréstimos.  

A China está mais exposta ao risco que a dívida do Estado dos EUA suporta, razão pela qual a China nos últimos anos comprou metais preciosos em tais quantidades. A Rússia também entende as regras deste jogo e aumenta as reservas de ouro. 

A China e a Federação Russa há muito perceberam que a dívida dos Estados Unidos e da Europa não será reembolsada e acabará por se transformar em zero, tendo perdido qualquer valor financeiro. Para não estar em uma situação nada invejável, os estados compram o máximo de ouro possível. Quando a história da moeda chegar ao final, o preço dos metais preciosos subirá para indicadores transcendentais(vai disparar muito). De acordo com Holter, esta é a única condição sob a qual os bancos centrais serão capazes de preencher os “buracos negros” criados por obrigações inúteis de empréstimos e do tesouro. 

Como o especialista observou, nos planos da Rússia e da China é de se proteger, tanto quanto possível e "bombear" todo o ouro do Ocidente. Esta história dura cerca de 25 anos. Os Estados há muito entendem que os metais preciosos são de valor real, e as moedas fiduciárias na forma do dólar e do euro são essencialmente fichas de pôquer que não podem ser trocadas no final do jogo.  

O especialista acredita que a China não vai se livrar dos dólares até ele não conseguir fornecer ouro. No caso de tal situação, quando todas as reservas de ouro fluir do Ocidente para o Oriente, o ditado de que aquele que tem o ouro estabelece a regra ganhará força real. 

Mais cedo, a Bloomberg informou que os bancos centrais ao redor do mundo estão começando rapidamente a se livrar do dólar e comprar ouro. Por exemplo, nos primeiros três meses deste ano, os reguladores globais aumentaram suas reservas de ouro ao máximo nos últimos seis anos. 

politexpert

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here