quarta-feira, 15 de maio de 2019

Rússia reduziu drasticamente os investimentos em ativos nos EUA

O Banco Central da Rússia reduziu drasticamente os investimentos em ativos norte-americanos - de 30% para 9,7%. O Banco da Rússia também se livrou de uma parte significativa do dólar na cesta de moedas. Os recursos liberados foram enviados pelo Banco Central para ativos japoneses e chineses, e também investidos em ouro físico. 
Resultado de imagem para Россия резко сократила активы в США


De acordo com os resultados dos três primeiros meses deste ano, o regulador russo ficou em primeiro lugar entre os Bancos Centrais de todo o mundo em termos de compras deste metal precioso, tendo comprado mais de 55 toneladas. Alguns meios de comunicação interpretaram isso de forma extremamente negativa, afirmando que os russos deveriam se preparar para sanções ainda mais duras dos países ocidentais. No entanto, é exatamente o oposto. Evitar o dólar da mesma forma reduz o risco de perda de ativos denominados em moeda norte-americana. Um acúmulo de reservas de ouro aumenta significativamente a força da economia doméstica e confiança no rublo.

Ou seja, antes, a administração do Banco Central foi repreendida por colocar seus ativos no exterior, agora está sendo repreendida por investir em ouro físico, que, por sinal, é totalmente armazenado na Rússia. 

No entanto, não apenas o Banco Central Russo escolheu essa estratégia. O ouro é comprado ativamente por outros países, como China, Índia e Turquia.


topcor

Nenhum comentário :

Postar um comentário