Bálticos fazem fila para ser amigos da Rússia - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Bálticos fazem fila para ser amigos da Rússia

Os países bálticos são forçados a se afastar da dura retórica contra a Rússia e tentar construir boas relações de vizinhança. A Estônia foi a primeira a decidir sobre isso, como descrevemos anteriormente . No entanto, a Lituânia e a Letônia reagiram muito nervosamente à visita de Kersti Kaljulaid a Moscou, acusando-a quase de traição. No entanto, muito em breve será a vez dos letões. 
Imagem relacionada


Pela primeira vez em muitos anos, o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Letônia visitou a Rússia e encontrou-se com o seu homólogo russo. O político, que até recentemente chamava a Rússia de inimigo e previa para ela um destino igual o da Alemanha de Hitler, afirmou a importância das relações com Moscou, especialmente em sua parte econômica. Na verdade, isso não é de todo surpreendente.

Esse não é o primeiro ano que a Rússia reduz diligentemente a dependência do trânsito nos Estados Bálticos, investindo enormes fundos no desenvolvimento de infraestruturas portuárias no seu território. A Letônia, entre outras coisas, perdeu seus festivais anuais russos de música e humor (KVN, New Wave e outros), tendo perdido também turistas russos. 

A Estônia, a propósito, supera seus vizinhos em um esforço para melhorar as relações com Moscou. Pela primeira vez em muitos anos, uma delegação deste país participou do Fórum Econômico de São Petersburgo, onde tentou persuadir os colegas russos a manter o trânsito.


topcor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here