Para evitar sanções dos EUA, Índia pondera pagar em euros a compra de armamento russo - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sábado, 29 de junho de 2019

Para evitar sanções dos EUA, Índia pondera pagar em euros a compra de armamento russo

No início deste mês, o Ministério das Relações Exteriores da Índia sublinhou que Nova Deli não tenciona abandonar o acordo com Moscou de compra dos sistemas de defesa antiaérea S-400, apesar das ameaças dos EUA.
Sistema de mísseis S-400

A Índia irá provavelmente pagar à Rússia em euros pelo seu armamento, a fim de evitar as sanções estadunidenses, informou o jornal indiano Economic Times, citando fontes anônimas.
As fontes alegaram que, embora alguns pagamentos já tenham sido feitos "através de transações em rupias e rublos", Moscou e Nova Deli assinaram um acordo segundo o qual o banco russo VTB irá receber o pagamento em euros.

Índia assina contratos de compra de armamento russo no valor de US$ 4 bilhões

Vários contratos de fornecimento de equipamento militar russo no total de US$ 4 bilhões (R$ 15,4 bilhões) foram já assinados, nomeadamente a aquisição de sistemas de defesa antiaérea S-400, quatro fragatas, bem como o contrato de arrendamento do submarino Chakra III.
Além disso, a Rússia e a Índia devem assinar mais dois acordos relacionados com o fornecimento de rifles de assalto AK-203 e helicópteros Ka-226 ao Exército indiano.
Recentemente, o Departamento do Estado dos EUA avisou a Índia para que desista do acordo de aquisição dos S-400, propondo a Nova Deli armamento norte-americano do mesmo tipo.
"No que diz respeito aos S-400, estamos vivamente aconselhando todos os nossos aliados e parceiros, incluindo a Índia, para que abdiquem das transações com a Rússia, para não correrem risco de introdução de sanções no âmbito da Lei de Contenção de Adversários da América Através de Sanções (CAATSA)[...]. Estamos incentivando a Índia para que considere outras alternativas", disse um representante do Departamento de Estado dos EUA.
Em 2018, os EUA insistiram para que a Índia desistisse da assinatura do maior contrato de compra de S-400 com a Rússia. O Governo indiano, por sua vez, tem repetidamente sublinhado que considera ilegítimas as restrições unilaterais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here