Presidente da Moldávia cancelou o decreto de dissolução do parlamento - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 11 de junho de 2019

Presidente da Moldávia cancelou o decreto de dissolução do parlamento

O impasse moldavo entre o presidente Igor Dodon e seus oponentes continua. Lembre-se que no outro dia Pavel Filip (com seu tribunal constitucional, tendo removido Dodon por um tempo de seus deveres presidenciais,o nomeou presidente em exercício, ele também estava atuando como primeiro-ministro) assinou um documento sobre a dissolução do parlamento. O argumento é este: nenhuma coalizão foi criada.

Os socialistas disseram que o processo de criação de uma coalizão na época estava em pleno andamento e, portanto, a decisão de Philip não tem base. 


Hoje se soube que Igor Dodon, que é o chefe do Conselho de Segurança, cancelou a decisão de Philip de dissolver o parlamento da Moldávia. Igor Dodon informou que a decisão foi tomada em vista do decreto inconstitucional assinado anteriormente. 

O presidente da Moldávia fez uma declaração em um briefing após uma reunião do Conselho de Alta Segurança do país.

Além disso, hoje a cerimônia de fazer o juramento de três novos ministros do governo republicano teve lugar: Vadim Brinzan tornou-se ministro da Economia, Natalia Gavrilitsa - Ministro das Finanças, Nikolay Popescu - Ministro dos Negócios Estrangeiros e da Integração Europeia. Mais cedo, Dodon confirmou que Zinaida Greceanii é o orador do parlamento, e Maya Sandu é o primeiro ministro. Assim, Pavel Filip não possui legitimidade como primeiro-ministro interino.

Dadas as realidades moldavas, pode-se supor que as forças de Plakhotniuc, às quais o Partido Democrático da Moldávia pertence, podem revidar. É verdade que, mais cedo, foi relatado que o oligarca Plahotniuc "está buscando contatos com as autoridades russas" e até mesmo transmitiu uma "proposta secreta sobre a reorientação da política externa da Moldávia" para o vice-primeiro-ministro Dmitry Kozak. Kozak disse que Moscou ficou surpreso com essa proposta.

topwar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here