sábado, 6 de julho de 2019

Aeronave composta "Baikal" interessa a Mongólia.

As autoridades da Mongólia planejam comprar um lote de aeronaves russas "Baikal".
Aeronave composta "Baikal" interessada na Mongólia
De acordo com Vladimir Barsuk, diretor do Instituto de Pesquisa da Aviação Siberiana (SibNIA), em homenagem a Chaplygin, a aeronave composta “Baikal”, desenvolvida por engenheiros de design da Sibéria, interessou aos representantes do setor de aviação da Mongólia. 


Ele observa que este sucessor do An-2 é perfeito para exportar para este país grande, mas escassamente povoado. O uso de aviões compostos "Baikal" na Mongólia será na indústria de mineração, agricultura, bem como para primeiros socorros. De acordo com Barsuk, a companhia aérea local planeja iniciar a operação do primeiro "corncob" russa renovado em setembro.

Além disso, Vladimir Barsuk lembrou que planeja instalar motores de querosene da Honeywell na nova aeronave Baikal. Vale a pena notar que no momento a aeronave "Baikal" não está equipada com motores de produção nacional.

Lembre-se, a produção de novas aeronaves compostas será na fábrica de aviões em Ulan-Ude. Como observou o diretor do instituto, na Rússia, são utilizados até 300 aeronaves An-2, com cerca de 70 anos. A nova aeronave superou sua antecessora em velocidade, capacidade e qualidade de materiais ao criar a aeronave utilizando tecnologia composta. Durante o teste, a aeronave mostrou uma faixa de alcance única de 5000 quilômetros. O trabalho está em andamento em sua aparência.

Anteriormente foi dito que os engenheiros de projeto da Sibéria desenvolveram um novo visual para a aeronave Baikal.

Nenhum comentário :

Postar um comentário