terça-feira, 16 de julho de 2019

Fornecedores estão fazendo fila para trabalhar com os criadores da aeronave da Federação Russa e da China CR929.

Os desenvolvedores da aeronave de fuselagem russa e chinesa notam o alto interesse dos negócios.
Fornecedores estão fazendo fila para trabalhar com os criadores da aeronave da Federação Russa e da PRC CR929
Apesar de todos os esforços da liderança dos EUA para exercer pressão de sanção sobre os concorrentes das empresas americanas, as empresas na Rússia e na China continuam a implementar com sucesso seus promissores projetos. Um exemplo de tal desenvolvimento pode ser encontrado no material do portal de informações da Aviação da Rússia, que descreveu a nova etapa do trabalho conjunto para criar uma aeronave de fuselagem larga da Federação Russa e da República Popular da China.


"De acordo com o projeto CR929, o estágio de análise das propostas dos fornecedores está em andamento", diz a fonte. Ao mesmo tempo, chamaram a atenção para as palavras de Alexey Kubasov, chefe do Departamento de Projeto de Sistemas de Aeronaves Civis da Sukhoi, que falou sobre o processo de preparação do projeto para a etapa 3, que resultou na seleção final de fornecedores de componentes e componentes aeronáuticos para o novo avião russo-chinês.

Vale ressaltar que, mesmo agora, ele disse que fornecedores em potencial já se alinharam para participar da implementação deste promissor projeto. “Para cada direção dos sistemas, há 15 deles em minha área de responsabilidade, há pelo menos quatro candidatos”, contou sobre a competição que hoje é observada entre as empresas fornecedoras que desejam contribuir para a criação do CR929.

A fonte informou que, no outono, os desenvolvedores planejam se familiarizar com os dados atualizados dos fornecedores. Até o final de 2019, uma análise das propostas recebidas de um ponto de vista técnico deve ser preparada, cujos resultados serão então apresentados à Comissão CRAIC. No final da fase 3, todos os fornecedores de componentes de aviação para o CR929 serão finalmente selecionados. A partir desse momento, os fornecedores começarão a entrar em contratos. "Para começar, no mínimo, os contratos de TOC", concluindo a história sobre o desenvolvimento futuro do projeto, explicou Kubasov.

Anteriormente, ficou conhecido sobre a possibilidade de usar o motor de avião PD-14, não só no MS-21.

Nenhum comentário :

Postar um comentário