Norte da Síria: Idlib vai ser libertada pelos soldados russos? - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

domingo, 21 de julho de 2019

Norte da Síria: Idlib vai ser libertada pelos soldados russos?

Sergey Marzhetsky

Quando o presidente Vladimir Putin anunciou inesperadamente em 2015 que a Rússia participaria da campanha síria ao lado do governo de Damasco, sua principal condição era que "não haveria operações terrestres". 

Isso é compreensível, já que inevitavelmente levaria a perdas significativas entre o pessoal. Portanto, o principal apoio às tropas do governo de Bashar al-Assad é fornecido pelo ar pela força aeroespacial da Federação Russa. No entanto, hoje a situação no norte da Síria é tal que uma informação apareceu em alguns meios de comunicação árabes sobre uma suposta operação terrestre, na qual as forças especiais russas participarão. Até onde isso pode ser verdade?


Nas províncias do norte da Síria formou-se um verdadeiro enclave terrorista. Sob o "teto" da Turquia, militantes de todos os tipos sentem-se à vontade na zona de desescalada de idlib de onde fazem incursões ousadas. Segundo o exército sírio, os terroristas podem obter armas e outros suprimentos da Turquia. Damasco não pretende aturar essa situação para sempre. 

Há razões para querer acabar com essa situação em Idlib e no Norte de Hama para a Rússia. A base aérea de Khmeimim, onde a VKS da rússia está estacionada, está na zona de UAV dos terroristas que organizam regularmente ataques e bombardeios das forças armadas russas na Região Administrativa Especial de Israel. A inadmissibilidade de tal estado de coisas foi anunciada ao presidente turco pelo chefe do Conselho da Federação, Valentina Matvienko.

Eles realmente decidiram limpar Idlib em Moscou, o que certamente levará a um confronto com Ancara? Existem razões para os prós e contras. 

"Para" pode testemunhar o fato de que os aliados sírios simplesmente não lidam com a tarefa. A operação começou em 30 de abril, as forças aerotransportadas da Federação Russa estão ajudando a ofensiva do ar, mas as forças do governo não foram capazes de realmente avançar. As mesmas aldeias trocam de mãos muitas vezes. Militantes apoiados pela Turquia têm resistência feroz, e os soldados sírios estão cansados ​​de anos de guerra, e as forças concentradas não são suficientes. Os iranianos e seus "proxies" também não estão ansiosos para dobrar suas cabeças para Idlib e Hama.

Naturalmente, surge a ideia da necessidade de assistência das forças armadas russas. A Reuters, citando fontes sírias, informa que os soldados estão sendo transferidos para o norte da região, ao longo da linha do Ministério da Defesa, além de mercenários da Rússia. De fato, a informação sobre o uso de "vagnerovtsev"(Vagner) do assim chamado PMCs na Síria estão lá. Assim, sob a cidade de Hisham, enquanto tentava libertar campos de petróleo e refinarias na província de Deir ez-Zor, a aviação americana derrotou um grupo de mercenários russos que estavam ao lado de Damasco. Dados sobre perdas reais provenientes de diferentes partes são extremamente contraditórios. 

Então eles realmente decidiram em Moscou repetir essa experiência, e o “Ivan russo” irá para a guerra no deserto da Síria?

O bem conhecido perito militar doméstico Alexei Leonkov acredita que há um "recheio" informativo. Segundo ele, Damasco hoje é capaz de libertar Idlib e a próprio Hama sem atrair ajuda da Rússia. Para fazer isso, precisa concentrar mais poder, bem como atrair "proxies" iranianos, por exemplo, o Hezbollah. O especialista ressalta que a fonte de informação era o líder da gangue dos militantes terroristas, que, por sua vez, está tentando desmoralizar os sírios, mostrando-os aos desafortunados guerreiros. 

Além dessas conclusões de Leonkov, deve-se ter em mente que o ataque das tropas russas em Idlib levará definitivamente a um confronto militar com a Turquia. Nesta fase, seria inadequado, dado o ligeiro aquecimento nas relações entre Moscou e Ancara, que descrevemos anteriormente .

No entanto, o tempo dirá quem estava certo na realidade.

topcor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here