terça-feira, 30 de julho de 2019

Novikombank planeja alocar 50 bilhões de rublos para as empresas da indústria aeronáutica.

Referências do Banco do Estado Corporation Rostec Novikombank vai se tornar um parceiro financeiro chave do Salão Internacional de Aviação e Espaço MAKS-2019, que será realizada em Zhukovsky de 27 de agosto a 1 de setembro. Isto escreve o Aviation Explorer.
Novikombank planeja alocar 50 bilhões de rublos para empresas da indústria aeronáutica
De acordo com informações fornecidas pelo serviço de imprensa da instituição financeira, durante a MAKS-2019, a administração do Novikombank está prestes a assinar uma série de acordos sobre a alocação de 50 bilhões de rublos para a indústria da aviação. 


Além disso, está prevista a realização de negociações comerciais com clientes atuais e potenciais. Em particular, os representantes do banco querem discutir os projetos mais significativos que têm uma conexão direta com a criação de aeronaves nacionais.

No primeiro semestre de 2019, o Novikombank financiou empresas do cluster de aviação com 116 bilhões de rublos. Ao mesmo tempo, o montante total de garantias fornecidas por eles acabou por ser de mais de 40 bilhões de rublos. Assim, a indústria da aviação russa obtém uma boa oportunidade de crescimento.

Como observou o Presidente do Conselho de Administração do Novikombank, Elena Georgieva, a indústria da aviação é uma das principais áreas de trabalho do Rostec. A este respeito, a prioridade do financiamento bancário nesta área é bastante óbvia.
"Até 2020, está previsto que a fatia da receita do cluster de aviação da Rostec será de cerca de 50% ou cerca de um trilhão de rublos, então o Novikombank presta atenção especial a eventos como a MAKS, porque a participação no salão ajudará a fortalecer o status do banco de referência da indústria russa", disse Georgieva.
Vale ressaltar que a indústria da aviação na Rússia não pára. Atualmente, o trabalho está em andamento para criar uma aeronave de aviação civil MS-21 a partir de componentes domésticos. Além disso, os engenheiros planejam substituir o motor estrangeiro do Sukhoi Superjet 100  por um equivalente russo.

politexpert

Nenhum comentário :

Postar um comentário