terça-feira, 9 de julho de 2019

Rússia ofereceu a Índia desenvolvimento e construção conjunta de submarinos diesel-elétricos

No âmbito do anúncio anunciado para o fornecimento de seis submarinos diesel-elétricos pela Marinha Indiana, a Rússia ofereceu à Índia o desenvolvimento conjunto de um novo submarino diesel-elétrico baseado no projeto do submarino Amur-1650, e não licenciou a construção de projetos existentes. Isto foi dito pelo vice-diretor do Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar (FSMTC) Vladimir Drozhzhov.
Rússia ofereceu a Índia desenvolvimento e construção conjunta de submarinos diesel-elétricos


De acordo com ele, no âmbito do concurso indiano, a Rússia não ofereceu a habitual produção licenciada de submarinos diesel-elétricos, mas ofereceu-se para projetar e construir o submarino baseado nos submarinos Amur-1650 diesel-elétricos com seu sistema de mísseis de ataque BrahMos. 

Não oferecemos a produção habitual de submarinos licenciados, oferecemos aos parceiros indianos para projetar e construir em conjunto a primeira amostra com base no submarino diesel-elétrico Amur-1650, equipado com um motor de energia independente do ar (AIP).

- Ele disse aos repórteres, acrescentando que se esta proposta fosse implementada, os especialistas indianos teriam tido a oportunidade de dominar completamente todas as tecnologias necessárias para a construção adicional de submarinos deste tipo. 

Drozhzhov explicou que a proposta russa se compara favoravelmente com a de outros "parceiros estrangeiros". que oferecem apenas construção licenciada de submarinos, enquanto a Rússia oferece transferência de tecnologia para sua criação.

Mídia indiana informou sobre esta proposta no verão passado. O jornal Economic Times descreveu essa proposta como uma alternativa ao concurso futuro, em resultado do qual Delhi quer identificar uma empresa capaz de fornecer à marinha indiana seis novos submarinos diesel-elétricos por US $ 10 bilhões. A Rússia, sem esperar pelo concurso, propôs o desenvolvimento conjunto e a construção de submarinos, enquanto Moscou está pronta para transferir para o lado indiano os direitos a toda propriedade intelectual destinada à construção do protótipo e ao projeto de futuros submarinos. Em suma, escreve o jornal, nesta situação, a Índia não terá restrições quanto ao número de submarinos construídos sobre este projeto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário