segunda-feira, 15 de julho de 2019

União Europeia aprova sanções contra a Turquia após impasse no Chipre

Os ministros das Relações Exteriores da União Europeia (UE) aprovaram nesta segunda-feira (15) a imposição de sanções contra a Turquia após a decisão do país de continuar a exploração de hidrocarbonetos no Chipre, segundo informou a imprensa local.
Bandeiras da Turquia e da UE


Os navios turcos de perfuração Yavuz e Fatih estão atualmente ancorados na costa do Chipre para perfurar petróleo e gás. Tanto Chipre quanto Grécia vêem isso como uma provocação e a União Europeia pediu à Turquia para encerrar a operação dos navios.

Ancara, por sua vez, argumenta que tem o direito de perfurar recursos naturais na região e anunciou, na quarta-feira (10), que continuará as atividades na área.

De acordo com a agência de notícias alemã Focus, as sanções visam reduzir concessão de crédito por parte do bloco europeu à Turquia e também podem suspender um acordo no setor de aviação entre Bruxelas e Ancara, que atualmente está em negociação.

Além disso, a UE ameaça impor outras sanções, incluindo a introdução de medidas restritivas sobre indivíduos e organizações envolvidas.

O Chipre está dividido entre as comunidades grega e turca desde 1974, embora a república do norte, apoiada pelos turcos, não tenha sido reconhecida internacionalmente. A República de Chipre, que defende soberania sobre toda a ilha, aderiu à União Europeia em 2004.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário