Turquia considera a compra do Su-35 para substituir o F-35 - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Turquia considera a compra do Su-35 para substituir o F-35

Depois que os Estados Unidos se recusaram a vender à Turquia o caça de quinta geração furtivo F-35, Ankara esta pensando em adquirir o Su-35 russo. É relatado pela publicação Yeni Şafak.
Resultado de imagem para su-35
Ancara continua seu confronto com Washington no campo de sua própria independência de defesa, recuando cada vez mais para o moviemnto autônomo e se afastando do bloco da Otan. A decisão de adquirir o sistema de mísseis antiaéreo S-400 Triumph causou uma discussão entre a Turquia com o seu principal aliado, os Estados Unidos. 


Apesar do fato de que a cooperação entre os dois países na esfera militar continua, os turcos estão cada vez mais tentando mostrar sua independência da máquina militar dos Estados Unidos. 

Por muitos anos, a República da Turquia foi um dos parceiros juniores no programa de caça furtiva F-35. Por muitos anos, Ancara vem tentando tornar sua indústria de defesa auto-suficiente. Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, acredita que desde que chegou ao poder como primeiro-ministro, o complexo militar-industrial turco, que anteriormente fornecia ao exército apenas 20%, conseguiu aumentar sua participação de armas locais para até 70%. 

Parcerias no JFS, o programa de desenvolvimento do F-35, deram à Turquia a oportunidade de aprender muito sobre a construção de caças. Além disso, 10 empresas turcas estavam envolvidas na produção de elementos para esta aeronave. No entanto, depois que a Turquia decidiu comprar o sistema russo de defesa aérea S-400, os Estados Unidos decidiram mostrar seus dentes - e se recusaram a fornecer a Ancara a aeronave já adquirida: a Turquia ia encomendar pelo menos 100 caças. 

Depois que os pilotos da Força Aérea da República Turca treinados no F-35 foram mandados para casa, Ancara enfrentou a questão de como, de um lado, preencher a lacuna e, de outro, como ferir os Estados Unidos, causando um golpe doloroso em seu aliado.

Hoje, como parte das necessidades de uma nova geração de caça, a Turquia se concentro em trabalhar em alternativas, inclusive considerando propostas da Rússia, China e Paquistão. Além disso, Ancara está acelerando o trabalho no caça nacional TF-X, um projeto de caça turco de quinta geração que deve decolar pela primeira vez em 2023.

Su-35 em vez de F-35

O jornal Yeni Şafak observa que após a exclusão da Turquia do programa JFS, a Rosoboronexport ofereceu-se a ela os caças russos 4 ++ Su-35. E Ancara está considerando seriamente essa proposta. 

O Presidente do Ministério da Defesa da República Turca pediu que os usuários finais e os departamentos relevantes, em particular o comando da Força Aérea, expressassem sua opinião sobre o Su-35. Negociações com a Rússia serão oficialmente lançadas se as forças armadas avaliarem positivamente a aeronave e expressarem sua opinião sobre sua necessidade. 

No caso da venda do Su-35, seria lógico supor que a Turquia receberá parte da tecnologia para a produção da aeronave, bem como no caso do S-400. Se Ancara entrar em um acordo envolvendo a transferência de certos processos tecnológicos, terá a oportunidade de acelerar a ascensão de seu próprio caça ao ar.

topwar 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here