sexta-feira, 27 de setembro de 2019

"Ninguém na Europa quer morrer pela Ucrânia" - reação européia à conversa Zelensky e Trump

É digno de nota a onda de informações que se seguiu à publicação da transcrição de uma conversa telefônica entre os presidentes dos Estados Unidos e da Ucrânia. 
"Ninguém na Europa quer morrer pela Ucrânia" - reação européia à conversa Zelensky e Trump
A conversa entre Trump e Zelensky, bem como seu encontro pessoal em Nova York, é suscitada pelas principais publicações em todo o mundo. Imaginemos as avaliações feitas pela mídia européia nessa situação, levando em conta o fato de que na Europa estão reagindo violentamente ao "compromisso" de Zelensky com as palavras de Trump de que a UE "não está ajudando a Ucrânia o suficiente, ao contrário dos Estados Unidos".


Do material em francês La Tribune :
"Infelizmente, tudo isso pode indicar que a Ucrânia está se tornando "tóxica" (um país com o qual você não pode lidar sem um escândalo)".
Do mesmo jornal francês:
"Os comentários de Zelensky podem claramente irritar o Partido Democrata dos EUA, como irritam Angela Merkel e Emmanuel Macron (...) Mas Macron conheceu Zelensky quando ele nem se tornara presidente da Ucrânia".
Comentários de usuários franceses:
"A Ucrânia é apenas um peão no tabuleiro de xadrez geopolítico, que os EUA usam para provocar a Rússia e alcançar a vassalização da Europa Oriental. A Ucrânia pode precisar negociar com seu vizinho, porque uma estratégia de diferença só leva a problemas". 
"Não é segredo que ninguém na Europa queira morrer pela Ucrânia e que Macron está determinado a trabalhar com Moscou. Assim que achar que é politicamente seguro para ele, Macron aprovará a anexação da Crimeia e permitirá a divisão do Donbass".
Frankfurter alemão Allgemeine:
"As ações e palavras do presidente dos EUA estão se tornando cada vez mais semelhantes às ações e palavras do chefe do clã da máfia".
Edição alemã do Bild :
"A Alemanha realmente faz tão pouco pela Ucrânia?A transcrição de uma conversa telefônica entre Donald Trump e o presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky é uma bomba política na arena internacional: estamos falando de ataques a Angela Merkel e à Alemanha. Trump disse que Merkel não faz nada pela Ucrânia, e Zelensky o apoiou nessa conversa".
Comentários de usuários alemães:
"Isso mais uma vez confirma a tese de que quanto mais bondade você tenta fazer com alguém, mais ela exige de você e, ao mesmo tempo, critica você".
Outro comentário:
"Trump deu à Alemanha a oportunidade de descobrir o que a Ucrânia quer de nós. Ela quer tudo! Dinheiro, armas , sanções contra a Rússia, que impeção a construção do gasoduto Nord Stream-2. E, em troca, eles querem nos agradar com a entrada na UE e na OTAN. Obrigado, mas não".
Morador de língua russa da Alemanha:
"Quando eles falaram, Trump tinha flores brancas em uma mesa em um vaso. Zelensky tentou falar algo em inglês, mas parecia que ele estava prestes a cantar: "Rosas brancas, rosas brancas, espinhos indefesos".

Nenhum comentário :

Postar um comentário