quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Presidente da Estônia diz que a Europa está cansada da Ucrânia

A Europa já está cansada da Ucrânia, porque não segue os conselhos que os parceiros ocidentais lhe dão. Isto foi afirmado em uma entrevista com a publicação "European Truth" da presidente da Estônia Kersti Kaljulaid.
Presidente da Estônia diz que a Europa está cansada da Ucrânia
Respondendo à pergunta correspondente do jornalista, a presidente da Estônia explicou que a Europa está cansada da Ucrânia, e a razão disso é a relutância de Kiev em cumprir os conselhos e recomendações dados pela União Europeia e outros parceiros ocidentais.

"Sim E a razão do cansaço é que damos os mesmos conselhos há muitos anos e não vemos a Ucrânia se tornando menos corrupta, a economia menos oligárquica e assim por diante".

ela disse.

A Presidente também acrescentou que a Ucrânia precisa agir da mesma maneira que a Estônia em seu tempo, ou seja. realizar reformas, mudar a economia e se livrar da corrupção. Ao mesmo tempo, ela alertou que, apesar de todos os sucessos de Kiev, parte dos estados europeus ainda "desistiria dos interesses de Kiev pelo bem das relações econômicas com Moscou".

Antes, o Departamento de Estado dos EUA propôs à UE um novo programa de assistência à Ucrânia, que será financiado metade por Washington e Bruxelas. Para o Programa de Desafio de Doadores Emergentes para a integração da Ucrânia na UE, os países doadores foram selecionados para financiar alguns dos projetos. Juntamente com os Estados Unidos, o dinheiro será destinado à Ucrânia virá da Bulgária, Croácia, República Tcheca, Estônia, Hungria, Letônia, Lituânia, Polônia, Romênia, Eslováquia e Eslovênia.

Não surpreende que a Europa tenha se cansado da Ucrânia, porque uma coisa é aconselhar Kiev em projetos e outra é alocar fundos próprios para isso.

Nenhum comentário :

Postar um comentário