O Egito equipará seus MiGs com bombas para destruir estruturas fortificadas para possível demolição da barragem da Etiópia - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

O Egito equipará seus MiGs com bombas para destruir estruturas fortificadas para possível demolição da barragem da Etiópia

O recente fracasso das negociações em torno da Grande Represa Etíope da Renascença obrigou o Egito a tomar medidas para fortalecer o poder militar de suas aeronaves. Ela deve ser usada para atacar o objeto especificado, com vistas à sua destruição. Segundo o Cairo, o comissionamento da barragem pode causar danos irreparáveis ​​ao balanço hídrico do país.



De acordo com o site Defense Arabic, a Força Aérea Egípcia adquiriu uma nova munição que pode lidar com estruturas altamente fortificadas, como uma barragem maciça de concreto armado. Esta é uma arma de aviação modular AASM (Armement Air-Sol Modulaire) SBU-64 Hammer - uma bomba com uma cabeça de infravermelho / laser (GOS) operando na seção final da trajetória de vôo.

Há alguns meses, o Egito recebeu pelo menos 50 mísseis Storm Shadow / SCALP fabricados pela empresa européia MBDA. Eles são destinados aos caças Rafales. Versões especiais, perfuradoras de concreto, de bombas-modelo AASM serão equipadas para aeronaves MiG para a possível demolição da barragem etíope (na ausência de acordos).

Os AASMs produzidos pela França foram usados ​​em batalhas reais em teatros de operações estrangeiros, inclusive para derrotar alvos distantes. Com a ajuda dessas bombas, foi realizada a demolição de edifícios de importância estratégica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here