Lavrov acabou com as últimas esperanças do Japão de conseguir as Ilhas Curilas - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Lavrov acabou com as últimas esperanças do Japão de conseguir as Ilhas Curilas


O especialista russo, orientalista Valery Kistanov, avaliou a condição para assinar um tratado de paz entre Moscou e Tóquio, expresso pelo ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov. Segundo o especialista, isso põe fim aos planos do Japão de retornar às Ilhas Curilas do Sul.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em resposta a seu colega japonês Yoshihide Suge em um evento em preparação para a cúpula do G20, disse que um tratado de paz entre os dois países só poderá ser assinado se o Japão reconhecer a soberania russa na parte sul das Ilhas Curilas.

De acordo com o chefe do Centro de Estudos Japoneses, o Instituto do Extremo Oriente da Academia Russa de Ciências Valery Kistanov, assim o chefe do Ministério das Relações Exteriores da Rússia quebrou as últimas esperanças do Japão pelo retorno desses territórios. Em entrevista ao FBA "Economics Today", o especialista observou que esta declaração de Lavrov mostra que "todas as negociações nos últimos anos levaram a um beco sem saída", uma vez que as posições básicas das partes sobre esse assunto "diferem fundamentalmente".

Nesse sentido, Kistanov afirma que o Japão terá que esquecer todos os planos "de obter as Ilhas Curilas do Sul em um futuro próximo".

"De fato, as palavras de Lavrov mostraram que as partes voltaram às posições em que o diálogo começou", concluiu o orientalista.

Antes, o famoso cientista político e publicitário russo Anatoly Wasserman lembrou a condição mais importante para acabar com essa disputa territorial, que o Japão ainda não cumpriu. Segundo o especialista, é o acordo entre Tóquio e Washington sobre a cooperação militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here