Declaração importante de Putin sobre as super armas da Rússia e a tentativa do Ocidente de tentar mudar a História - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Declaração importante de Putin sobre as super armas da Rússia e a tentativa do Ocidente de tentar mudar a História

Resultado de imagem para avangard putin
The Saker

Traduzido por Sasha e legendado por Leo.

Fonte: Vesti - Агрессор будет УНИЧТОЖЕН! Срочное Заявление Путина о СУПЕРОРУЖИИ России! Последние новости



24 de dezembro de 2019 - “A Rússia continuará desenvolvendo suas forças nucleares até que o mundo comece a trabalhar em um novo acordo sobre controle de armas nucleares”. Isso foi prometido hoje por Vladimir Putin. O presidente presidiu hoje uma sessão do colégio do Ministério da Defesa. Um dos principais resultados de 2019 - a participação de novas armas na tríade nuclear é de 82%. O exército já recebeu os sistemas hiper-sônicos “Avanguard”, dos quais nenhum agressor será capaz de se proteger no futuro próximo. É exatamente isso que as armas do país devem ser - as melhores do mundo. Yevgeny Reshetnyov relatórios.

Além da avaliação do ano que passou e do estabelecimento de metas para o futuro, a sessão do Colégio ouviu declarações estratégicas do comandante em chefe.

Vladimir Putin: “Sempre tentamos nos atualizar. A bomba atômica foi criada nos EUA. E a União Soviética estava apenas alcançando. Também não tínhamos meios de entrega de armas nucleares. Não tínhamos força aérea estratégica. A União Soviética teve que recuperar o atraso. Os primeiros mísseis intercontinentais também não foram criados por nós. A União Soviética teve que recuperar o atraso. Hoje temos uma situação única em nossa história recente. Somos nós quem eles tentam alcançar.

“Nenhum país do mundo”, declara Putin, “possui armas hipersônicas, mais ainda que é capaz de atingir os continentes.” A Rússia possui os sistemas “Kinzhal” no ar que já estão em serviço ativo. O exército já recebeu os sistemas de combate a laser “Peresvet”, cujo nome, em homenagem ao lendário guerreiro bogatyr, foi escolhido por votação popular. Nesta semana, o sistema de mísseis "Avangard"(Meteoro) começará tarefas de combate perto de Orenburg. Esta é a criação mais recente e estamos orgulhosos de seu sucesso no início da atividade ativa.

As forças armadas russas também demonstraram o “Avangard” para os inspetores americanos, aderindo ao Tratado de Redução de Armas Estratégicas, enquanto os EUA, pelo que parece, continuam no caminho da destruição dos acordos, alcançados com tanta dificuldade. 

Putin: “A degradação do sistema de controle de armas é motivo de séria preocupação. Não estou me referindo apenas à quebra, pelos Estados Unidos, do Tratado das Forças Nucleares de Alcance Intermediário, sob pretextos totalmente artificiais que não têm qualquer fundamento. Em novembro passado, Washington também criou incertezas quanto à sua participação no Tratado Ar Livre. Também não está claro o futuro do Tratado de Reduções Ofensivas Estratégicas. Devo acrescentar que tudo isso ocorre ao longo do fortalecimento das capacidades globais de defesa antimísseis dos EUA. Nós vemos e entendemos. Em vista disso, devemos continuar a desenvolver nosso exército e marinha. ”

O orçamento militar dos EUA excederá US $ 750 bilhões no próximo ano. É comparável ao esforço de defesa combinado do resto do mundo.

Sergei Shoygu - Ministro da Defesa da Rússia: “Enquanto o orçamento militar dos EUA e de outros países continua a crescer a cada ano, o orçamento militar russo permaneceu praticamente inalterado nos últimos anos. Enquanto em 2018 estávamos em 7º lugar entre os países líderes em nossos gastos militares, este ano estamos em 8º e no próximo ano vamos cair para o 9º lugar. ”

No entanto, o dinheiro nem sempre é o fator decisivo, se levado em conta que a Rússia, com suas despesas moderadas, introduz um novo sistema de defesa aérea exclusivo o "Vityaz '". Também não há competição com o míssil hipersônico "Zircon", que será implantado em navios de combate e em terra. O míssil "Sarmat" (Satan 2)- o exército está preparando os testes de vôo - substituirá o míssil estratégico mais poderoso do mundo, o míssil de silo "Voyevoda". Todos esses últimos desenvolvimentos foram anunciados por Vladimir Putin no ano passado, durante seu discurso na Assembléia Federal, que se tornou uma sensação. Naquela época, o presidente anunciou outra super arma. O míssil de cruzeiro com alcance ilimitado "Burevestnik". Hoje, o presidente confirmou que o trabalho está dentro do cronograma.

Putin: “Como somos capazes, devemos e podemos permanecer na liderança? Usando nossos cérebros. Pelo intelecto. Por uma melhor organização do trabalho. Ao minimizar o roubo e a negligência. Ao concentrar nosso esforço nas principais direções que garantirão para nós um alto nível de defesa do país. ”

As forças aeroespaciais receberão mais de cem unidades voadoras (aviões) modernas. Como ilustração, o amplo átrio do prédio do Ministério tornou-se um local de exposição para modelos de armas avançadas. Tudo o mais recente e moderno que o exército tem está aqui hoje, de facas a navios de combate, satélites e aviões de combate. O presidente visitou a exposição com interesse, embora o comandante em chefe já tenha visto muitas das amostras em ação nos campos de treinamento. O trabalho de criação do sistema de mísseis "Sarmat" continua. O novo design para os paraquedistas é este paraquedas para pular em conjunto, se você não contar os cães. Os cães militares até hoje fizeram 12 saltos. Durante a visita, Putin ouviu muitas vezes: "Esta é a arma que é igual à melhor do mundo". Mais tarde, o presidente observou:

Putin: “Este não é um jogo de xadrez, onde às vezes podemos nos contentar com um empate. Esta é a organização militar do estado. O hardware deve ser o melhor. Nós podemos conseguir isso. Conseguimos isso nas principais direções do desenvolvimento. Este deve ser o caso de todos os componentes. ”

No próximo ano, a Marinha receberá 14 navios, 3 submarinos, 18 canhoneiras e embarcações auxiliares. Há tantos navios sendo construídos que os jornalistas se perguntam se há imaginação suficiente para criar nomes para todos eles. Estes são os nomes de figuras políticas e militares destacadas do Estado russo ou os nomes de nossas cidades.

Nikolai Patrushev - Secretário do Conselho de Segurança da Rússia: “De fato, temos armas modernas hoje. Nós aprendemos a usá-las. Fazemos isso de forma eficaz. E gastamos o mínimo de recursos. ”

A participação de novas armas na tríade nuclear atingiu 82%. Isso é reconfortante, tendo em conta que a OTAN e os EUA não abandonam as tentativas de cercar a Rússia com sistemas de mísseis. A principal tarefa será resolvida tendo isso em mente - até o final do próximo ano, a parcela de armas modernas nas forças armadas deverá ser de pelo menos 70%. Muitos ramos das forças armadas já atingiram esse nível, mas o principal objetivo que o comandante-chefe expressou hoje não é apenas atingir determinados níveis mas permanecer nesses níveis definidos. A modernização e a entrega de novos tipos modernos de armas ao exército devem estar em andamento. Yevgeny Reshetnyov, Mikhail Alterkopeh e Viktor Mamayev, Vesti, do Ministério da Defesa.

No Colégio, o presidente falou sobre a memória histórica que a Rússia defenderá. Ele comentou a recente resolução do parlamento da União Européia, que atribui a culpa pelo início da Segunda Guerra Mundial à Alemanha de Hitler e à União Soviética. Durante a construção das Forças Armadas russas, devemos ter em vista a posição dos países que demolem os monumentos aos soldados do Exército Vermelho. Tentativas de reescrever a história são feitas pelos seguidores daqueles que negociaram com Hitler antes da guerra e aplaudiram suas idéias(OBS: França,Reino Unido,Polônia...) Como exemplo, o presidente nomeou o diplomata polonês Józef Lipski, embaixador na Alemanha até 1939.

Putin:“Hitler informou o ministro das Relações Exteriores e, em seguida, o embaixador polonês na Alemanha, disse-lhes abertamente que tinha uma idéia de deportar os judeus para a África. Para as colônias. Imagine isso. 1938. Deportar os judeus para a África para morrer, para ser destruído. Ao qual o embaixador polonês respondeu que, se ele fizesse isso, construiriam um magnífico monumento para ele em Varsóvia. Ele se associou a Hitler em suas visões anti-judaica e anti-semita completamente. Além disso, ele prometeu construir para ele um monumento em Varsóvia pela perseguição ao povo judeu. Devo enfatizar aqui que são exatamente pessoas assim que na época negociavam com Hitler, hoje são exatamente esse tipo de pessoas que demolem monumentos dos soldados do Exército Vermelho que libertaram os países e nações européias dos nazistas. Estes são os seus seguidores. Infelizmente, pouco mudou a esse respeito.

A conversa sobre as tentativas de distorcer a história continuou na reunião do chefe de estado com os líderes da Assembléia Federal. O Presidente da Duma prometeu que os parlamentares russos farão tudo para transmitir a verdade sobre os eventos há 80 anos aos colegas do PACE e aos parlamentos dos países europeus.

Vyacheslav Volodin - Presidente da Duma: “Tendo em mente que na época a Polônia se associava de fato à Alemanha fascista, e via ser possível destruir um povo inteiro deportando-o para a África, e apoiando Hitler, a liderança polonesa faria isso é melhor pedir desculpas pelo que aconteceu na época e pelo fato de estarem tentando esconder isso, redirecionando a culpa para outras pessoas, inventando algo e acusando. Isso seria pelo menos honesto da parte deles.

Putin: “Eu já falei sobre isso. Gostaria apenas de acrescentar que a União Soviética avaliou o Pacto Ribbentrop-Molotov. Fez honestamente e abertamente. Ninguém fez isso além de nós. A base legal para a cooperação com a Alemanha nazista de muitos estados europeus foi construída a partir de 1934. E a maioria absoluta dos líderes desses estados teve reuniões pessoais(Reino Unido e França)com Hitler e colocou suas assinaturas nos documentos apropriados. Stalin, não importa o que você pensa dele, nunca se manchou com contatos pessoais com Hitler. Ele nunca o conheceu. Enquanto os líderes de muitos países europeus fizeram exatamente isso. ”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here