Su-57 sofre seu primeiro acidente. - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Su-57 sofre seu primeiro acidente.


O caça Su-57 de quinta geração sofreu o primeiro acidente de sua história. O acidente ocorreu perto de Komsomolsk-on-Amur durante um voo de teste a cerca de 111 km do aeroporto, informou o representante do fabricante, a United Aircraft Corporation (UAC), à Vedomosti. O sistema de emergência funcionou normalmente, o piloto ejetou e permaneceu vivo, não houve vítimas e danos no solo, disse a fonte. 

As razões do incidente serão examinadas por uma comissão especial, chefiada pelo vice-ministro da Indústria e Comércio, Oleg Bocharov. Segundo dados preliminares, o acidente ocorreu devido a falhas técnicas no sistema de controle integrado do Su-57, diz uma pessoa próxima ao Ministério da Defesa: as informações circuladas por vários meios de comunicação sobre problemas no sistema de propulsão não são confirmada.

De acordo com uma fonte da Vedomosti na indústria da aviação, o primeiro Su-57 de série com o número de cauda "01 azul", que estava na fase final dos testes de fábrica, caiu. Foi criado sob um contrato celebrado pelo Ministério da Defesa e a "filha" da UAC - a empresa Sukhoi em 22 de agosto de 2018 no fórum técnico-militar internacional "Army-2018". Sob seus termos, a fabrica de Aviação de Komsomolsk-on-Amur (KnAAZ), que faz parte do Sukhoi, deveria colocar ele nas forças armadas em 2019-2020. dois caças Su-57 em série com motores do "primeiro estágio" ("produto 117"). A primeira aeronave foi demonstrada ao vice-ministro de Defesa das Armas Aleksey Krivoruchko em 8 de novembro: ao mesmo tempo, foram confirmados planos para transferir a aeronave com o casco número 01 “azul” até o final de 2019. Agora os militares terão a seu dispor apenas um veículo de produção em 2020, a segunda parte do cronograma será a realização com um extenso programa de testes de voo.

A emergência não afetará os planos do departamento para o rearmamento das unidades de combate com o Su-57, assegura a fonte da Vedomosti. Segundo ele, portanto, não há dúvida de qualquer revisão do segundo contrato para esses caças. No último fórum Exército-2019, o Ministério da Defesa e a Sukhoi assinaram um contrato para o fornecimento de outros 76 caças de quinta geração em série Su-57. Lamentável, mas não um grande problema, pode ser um problema no mercado de exportação. O piloto está vivo e bem, isso é uma boa notícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here