As empresas RSK MiG e Sukhoi serão fundidas - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sábado, 8 de fevereiro de 2020

As empresas RSK MiG e Sukhoi serão fundidas


Caça Su-35S (número da cauda "57 vermelho") e um protótipo MiG-35 (9-41SR, número do lado "702 azul") na exposição do fórum técnico-militar internacional Exército-2017. Kubinka, agosto de 2017 (c) Alexander Medvedev / russianplanes.net

Como a agência de notícias Interfax informou em 6 de fevereiro de 2020, as empresas MiG e Sukhoi se unirão na estrutura da United Aircraft Corporation (UAC) JSC para o desenvolvimento e produção de todas as aeronaves de combate russas. Isso foi relatado no serviço de imprensa da corporação.

O chefe da associação será o CEO do MiG, Ilya Tarasenko, informou o serviço de imprensa da empresa estatal Rostec.

Ao mesmo tempo, ele manterá o cargo de vice-diretor geral da UAC para cooperação técnico-militar. O ex-CEO da Sukhoi, Igor Ozar, deixa a empresa.

A United Aircraft Corporation esclarece que Tarasenko se envolverá na formação da Divisão de Aviação Militar da UAC com base na Sukhoi e MiG. A estrutura estará envolvida no desenvolvimento, produção, venda e manutenção de toda a linha de aeronaves de combate atuais e futuras.

Anteriormente, fontes do jornal Vedomosti e Interfax informaram que era Tarasenko quem deveria se tornar o novo CEO da Sukhoi e precisamente para criar a divisão de aviação militar da UAC. Foi relatado que o chefe do cluster de aviação da Rostec, Anatoly Serdyukov, tem lidado substancialmente com a questão da combinação/união da Sukhoi e a MiG.

No final de 2017, Sukhoi era a empresa mais rentável da UAC. Em 2018, a empresa cumpriu obrigações contratuais no valor de mais de 114,5 bilhões de rublos, recebendo um lucro líquido de 4 bilhões e 8 milhões de rublos.

A receita do MiG em 2018 foi de cerca de 89,5 bilhões de rublos, lucro líquido - 3,5 bilhões de rublos.

4 comentários:

  1. Pq fizeram isso?E o CEO da mig que estava deficitária e q assume???

    ResponderExcluir
  2. a mig pode não ter feito o sucesso da sukhoi mais não esteve deficitária,eles tiveram contratos assinados que lhe renderam um bom dinheiro. Ilya Tarasenko era o chefão da sukhoi e depois foi para mig depois do escanda-lo do MiG-29SMT.

    ResponderExcluir
  3. atualmente a MiG está trabalhando no Mig de 5ª geração(MiG-39) e no PAK-DP(MiG-41).O MiG-39 está sendo produzido através do seu próprio orçamento.se ocorrer a fusão,não sei como esses projetos serão tocados.

    ResponderExcluir

Post Top Ad

Responsive Ads Here