Os franceses participaram do ataque à defesa aérea turca na Líbia - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

domingo, 12 de julho de 2020

Os franceses participaram do ataque à defesa aérea turca na Líbia


Os militares franceses participaram de um recente ataque contra a defesa aérea turca na Líbia. Sobre isso, escreve a edição grega do Pentapostagma.

Fontes do Comando Africano das Forças Armadas dos EUA (AFRICOM) forneceram informações exclusivas e confirmaram as informações de que, em 5 de julho de 2020, a base de Al-Vatiya na Líbia foi atacada. A instalação está localizada a 130 km a sudoeste de Trípoli e foram instalados radares turcos, sistemas de defesa aérea e sistemas de guerra eletrônica.

Segundo fontes, a operação foi realizada pela Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos e foi apoiada pelo Egito e pela França. O Cairo forneceu seu aeroporto à aviação de Abu Dhabi. Ao mesmo tempo, Paris recusou-se a direcionar sua Força Aérea para atacar diretamente por causa das relações já tensas com Ancara, porque a França e a Turquia são aliadas da OTAN e isso poderia prejudicar bastante a Aliança. Mas os franceses ajudaram a operação com sua inteligência e também asseguraram aos pilotos dos Emirados Árabes Unidos equipes de busca e salvamento em helicópteros localizados na junção das fronteiras da Líbia, Tunísia e Argélia.

Três dias antes da operação, os Emirados Árabes Unidos transferiram o navio-tanque A330-243 MRTT para a base de Al-Nagib, no Egito, onde já havia quatro caças da força aérea deste país.

Como resultado do ataque aéreo, a infraestrutura da base de Al-Vatiya foi seriamente danificada. Os turcos perderam o radar, os sistemas de defesa aérea MIM-23 Hawk e os sistemas de guerra eletrônica Koral. 3-4 pessoas ficaram feridas. No momento do ataque, não havia drones na base. A Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos usou mísseis com um alcance de mais de 90 km.

O golpe foi dado no momento em que os militares de Trípoli e Ancara estavam desenvolvendo um plano para assumir o controle da cidade portuária de Sirte e da base de Al-Jufra, no centro da Líbia. Além disso, a base "Al-Vatiya" ganhou importância primordial para garantir a ofensiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here