China testa mísseis Dongfeng chamados de "destruidores de porta-aviões americanos" - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

China testa mísseis Dongfeng chamados de "destruidores de porta-aviões americanos"

Embora os EUA tenham 20 vezes mais armas nucleares que a China, o governo Trump está pressionando para que Pequim seja incluída em qualquer novo tratado de controle de armas. E os testes anteriores de dois mísseis balísticos chineses dificilmente foram ignorados por Washington.

As Forças de Foguetes do Exército de Libertação do Povo da China (PLA) anunciaram que testaram dois mísseis balísticos durante um exercício recente. Um deles é o míssil de curto alcance Dongfeng-16 e o ​​outro é o míssil de médio alcance Dongfeng-26.

O comandante da equipe de testes disse algumas palavras ao portal de notícias 81.cn do PLA:

Estamos em alerta máximo para garantir que nossas ações sejam rápidas e precisas.

O alcance do vôo do Dongfeng-26 é de cerca de quatro mil quilômetros. Este míssil é chamado de "destruidor de porta-aviões americanos" capaz de ameaçar as transportadoras das forças navais dos EUA na região Ásia-Pacífico. Seu raio de ação permite atingir alvos americanos na ilha de Guam, a partir da costa chinesa. O apelido dele é destruidor de porta aviões na China, embora o míssil, naturalmente, não tenha destruído nenhum único porta-aviões.

Segundo o relatório do PLA, o exercício pretendia testar a rapidez com que as forças de mísseis da china seriam capazes de responder a um ataque nuclear iminente, incluindo um ataque do mar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here