A China apreciou o poder de combate "real" do MiG-35 - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 24 de novembro de 2020

A China apreciou o poder de combate "real" do MiG-35

O caça MiG-35 é o novo guardião da segurança do espaço aéreo russo. É o que afirma a publicação da edição chinesa Sohu.


O autor da publicação chama a atenção dos leitores para o fato de que a Rússia pretende construir caças MiG-35 com uma nova cabine.


"O caça MiG-35 é uma versão de exportação do MiG-29 e está equipado com um sistema de bordo atualizado", diz a publicação.


Durante a Guerra Fria, o caça MiG era um símbolo da Força Aérea Soviética. O MiG-35 é um caça polivalente modernizado desenvolvido na Rússia baseado no MiG-29M / M2. O observador da Sohu observa que a criação deste caça começou em 2005. O MiG-35 com peso máximo de decolagem de 29,7 toneladas deixou completamente a forma de um caça médio e se aproximou do nível de um pesado.


O autor da publicação chama a atenção dos leitores para o fato de a cabine/cockpit do caça deixar para trás o displays mecânico de instrumentos. Em sua opinião, os visores de cristal líquido testemunham as grandes conquistas dos designers russos na exibição de dados da aviação. A aviônica e a tecnologia de controle de vôo estão gradualmente mudando do analógico mecânico original para o digital, pelo menos no nível técnico, a Rússia já está sincronizada com o Ocidente.


Em comparação com as versões antigas do MiG-29, o poder de fogo do MiG-35 foi aumentado, no total são 9 postes/pilares externos, 8 dos quais estão sob a asa (quatro na esquerda e quatro na direita). Além do canhão estacionário de 30 mm, o MiG-35 pode transportar vários mísseis ar-ar como o R-27, R-73 e R-77, que, segundo o Ocidente, são superiores ao americano AIM-9M e são reais mísseis de combate da terceira geração. O R-77 é o mais novo míssil russo de radar de médio alcance comparável ao AIM-120 americano, mas sua asa de cauda única é mais eficaz.


Após a formalização em 2016, o exército aeroespacial russo ordenou que cerca de 100 caças MiG-35 substituíssem os antigos MiG-29s que haviam expirado em seu ciclo de vida. Além disso, o Egito encomendou cerca de 46 caças MiG-35 e outra grande potência do norte da África, a Argélia, está planejando comprar a aeronave.


O novo MiG-35 foi equipado com um novo sistema de radar de grade ativa que pode rastrear com eficácia mais de 30 alvos aéreos e tem uma capacidade de ataque multi-função. No futuro, o MiG-35, junto com o Su-35, se tornará o guardião do céu russo. De acordo com os colunista da publicação chinesa, o MiG-35 apoiará a defesa aérea russa por muitos anos antes que o Su-57 se torne popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here