Rússia proíbe entrada no país dos chefes do Ministério da Defesa alemão - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Rússia proíbe entrada no país dos chefes do Ministério da Defesa alemão

Moscou decidiu expandir a lista de cidadãos alemães para os quais a entrada na Federação Russa está fechada. Esta foi uma resposta às ações destrutivas da União Europeia.


O anúncio foi feito hoje pelo serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.


Tudo começou com o hacking das redes de computadores do Bundestag alemão em 2015, no qual a Alemanha acusou tradicionalmente os “hackers russos”, sem apresentar qualquer evidência do envolvimento da Rússia, mas apenas declarando a sua presença. Este escândalo foi continuamente desencadeado pela imprensa alemã até que, em outubro deste ano, o Conselho da Europa introduziu sanções pessoais unilaterais contra dois cidadãos da Federação Russa, bem como contra uma pessoa jurídica.


A Rússia repetidamente se voltou para o lado alemão com uma proposta de se juntar à investigação conjunta dos ataques cibernéticos, mas as iniciativas de Moscou foram teimosamente ignoradas por Berlim todo esse tempo. Disto podemos concluir que revelar a verdade não estava incluído nos planos da liderança alemã. Ela apenas tentou arranjar uma provocação contra a Rússia.


Compreendendo isso e guiado pelo princípio da reciprocidade adotado no ambiente diplomático, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia proibiu a entrada de vários altos funcionários das estruturas de segurança e inteligência do Ministério da Defesa alemão. E se as autoridades alemãs decidirem continuar o confronto, a Rússia se reserva o direito a medidas restritivas adicionais.


Em 2015, o trabalho do parlamento alemão foi completamente paralisado devido a um ataque de hackers em grande escala às suas redes de computadores. Por causa disso, o Bundestag foi desconectado da Internet por vários dias. Os invasores invadiram muitos serviços, incluindo o endereço de e-mail da chanceler alemã Angela Merkel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here