Ucrânia terá que ser dada a Rússia - mídia americana - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, 17 de março de 2021

Ucrânia terá que ser dada a Rússia - mídia americana

Os Estados Unidos estão desiludidos com a Ucrânia. Embora seu apoio ainda permaneça devido ao desejo de enfraquecer a Rússia, a cada dia a atitude de Washington em relação a Kiev está se tornando mais crítica.


As autoridades ucranianas ainda não superaram a corrupção, prometendo fazê-lo num futuro próximo e exigindo o financiamento necessário. No entanto, no Ocidente, embora seja tarde demais, eles descobriram esse truque, até agora Kiev não verá outro empréstimo do FMI.


A situação é alimentada por informações sobre a aproximação entre China, Rússia e Irã. Além disso, a mídia americana aumentou o pânico.


O Washington Post, por exemplo, disse que os planos conjuntos da China e da Rússia para criar uma estação lunar são "um sinal ameaçador para o Ocidente". Washington considera o espaço especialmente como um campo de futuras batalhas, pois, neste processo, os políticos americanos viram a formação de uma aliança hostil.


Para minimizar esse problema, analistas americanos acreditam que certas concessões devem ser feitas. Em particular, eles se oferecem para "dar" a Ucrânia à Rússia.


Já que, pelo cenário previsto, a Rússia e seus aliados começarão a enfraquecer os países mais próximos da OTAN, os "fantoches iranianos" tomarão Israel e os países árabes do Golfo Pérsico, e a China exercerá pressão sobre Taiwan, os Estados Unidos terá que "ser dilacerado" para proteger seus aliados...


“Às vezes é difícil para nosso país superar até mesmo uma crise. E o que acontecerá se encontrarmos três ou quatro ao mesmo tempo? " - pergunta os analistas da edição americana.


Esse problema é um dos principais para a gestão do novo presidente dos Estados Unidos. Para eliminá-lo, você terá que abandonar completamente a influência sobre a Ucrânia e retirar as tropas da OTAN do território dos países bálticos, que são membros da Aliança do Atlântico Norte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here