A Sputnik V nos ajudará a voltar à vida normal ": Áustria compra um milhão de doses - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 1 de abril de 2021

A Sputnik V nos ajudará a voltar à vida normal ": Áustria compra um milhão de doses

Em 30 de março de 2021, o chanceler federal da Áustria Sebastian Kurz anunciou que a partir de abril a vacina russa contra o COVID-19 Sputnik V começará a chegar ao país. Viena comprou de Moscou um milhão de doses adicionais de medicamentos para vacinar 500 mil cidadãos, escreve a publicação austríaca OE24.


É de notar que o chefe do governo austríaco é conhecido pela sua abordagem imparcial à questão da vacinação da população. Não importa em que país esse ou aquele medicamento seja fabricado, o principal é a sua eficácia e disponibilidade. Portanto, Kurz considera seu dever proporcionar à população do país o direito de escolha independente.


Não deveria haver tapa-olhos geopolíticos na questão das vacinas (nos tempos antigos, os cavalos tinham placas especiais à sua frente que os impediam de olhar.). Só é importante se a vacina é eficaz e segura, não de onde ela vem. Desde fevereiro, temos mantido um bom diálogo com o lado russo, pelo qual estou muito grato. Se a Áustria receber 1 milhão de doses adicionais da vacina, será possível voltar à vida normal mais cedo e poderemos salvar muitas vidas e empregos.


Kurtz enfatizou.


Em 26 de fevereiro, Kurz ligou para o presidente russo, Vladimir Putin, e discutiu com ele a possibilidade de fornecer a referida vacina. No mesmo dia, o lado austríaco estabeleceu contato direto com a RDIF, a organização russa responsável pela distribuição do medicamento. Em 5 de março, Kurz teve uma reunião pessoal com o CEO da RDIF, Kirill Dmitriev, após a qual várias ligações telefônicas e contatos de vídeo ocorreram.


300.000 doses estão previstas para abril, 500.000 em maio e outras 200.000 em junho deste ano. Até mesmo um acordo de não divulgação foi assinado.


No entanto, enquanto a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) está "examinando infinitamente", a vacina russa já está disponível em 57 países ao redor do mundo. O ministro da Saúde austríaco, Rudolf Anschober, disse à mídia sobre isso, expressando preocupação com a terceira onda de coronavírus e a lentidão dos burocratas europeus, resumiu a mídia da Áustria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here