Índia não pode decidir se o promissor caça HAL AMCA pertencerá à 5ª ou 6ª geração - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 27 de abril de 2021

Índia não pode decidir se o promissor caça HAL AMCA pertencerá à 5ª ou 6ª geração

Atualmente, um grande número de novos projetos de caças promissores estão sendo desenvolvidos no mundo. Os EUA, Rússia, China, países europeus, Coréia têm seus próprios desenvolvimentos. A Índia, dado o crescimento de suas ambições políticas e militares, bem como a necessidade de contrabalançar a ameaça chinesa, também não vai ficar longe de desenvolvimentos avançados.


O autor da publicação Aerotime Valus Venckunas escreve que o projeto da promissora aeronave indiana HAL Advanced Medium Combat Aircraft (AMCA) está em desenvolvimento há pelo menos 12 anos, desde 2009, mas a data exata de seu lançamento em produção em Nova Delhi ainda não pode ser nomeada. Na melhor das hipóteses para a Índia, será o final da década de 2020. A nova aeronave deve complementar a frota modernizada da aviação militar indiana , que agora se orgulha do HAL Tejas, Dassault Rafale e Su-30MKI.


Espera-se que a nova aeronave tenha características como super manobrabilidade, baixa visibilidade, sistemas de controle avançados, ou seja, todos os mesmos diferenciais que os caças de 5ª geração F-22, F-35 e Su-57 possuem. O caça chinês de 5ª geração J-31 e o sul-coreano KF-21 ainda estão em desenvolvimento, mas muitos fabricantes globais de aeronaves já estão explorando as perspectivas de desenvolvimento de caças de 6ª geração. Nos Estados Unidos, eles afirmam que o protótipo da aeronave de 6ª geração está sendo testado, na Europa estão trabalhando na conclusão dos projetos FCAS e Tempest, Rússia e China ainda mantêm seus desenvolvimentos em segredo, mas não há dúvida de que eles estão presentes.


Quanto à Índia, há dez anos, as autoridades falavam da promissora aeronave como um caça de 5ª geração. No entanto, em 2019, o chefe da Força Aérea da Índia, Marechal Rakesh Bhadauria, que comandava o Comando Aéreo do Sul na época, descreveu a aeronave em desenvolvimento como um caça de 5ª geração "com as características da 6ª geração". Eles ainda não conseguem decidir a qual geração específica o HAL AMCA pertencerá.


Em 2020, o mesmo Bhadauria anunciou que a Índia estava trabalhando em um caça real de 6ª geração que poderia usar armas hipersônicas e controlar um enxame de drones. É importante notar aqui que a Índia tem sido muito ativa nos últimos anos no sentido de criar seus próprios drones.


Assim, em fevereiro de 2021, foi apresentada uma linha de novos veículos aéreos não tripulados HAL Combat Air Teaming System (CATS), que deverá complementar os aviões a jato tripulados. Consequentemente, existe a necessidade de uma aeronave que possa interagir efetivamente com os drones. Mas seu desenvolvimento é uma tarefa muito difícil, em cuja solução eles vêm trabalhando há anos na Rússia e no Ocidente, então a capacidade da Índia de criar sua própria aeronave de 6ª geração em um futuro previsível levanta algumas questões.


Ainda não está muito claro como será a aparência da nova aeronave de 6ª geração. Valius Venckunas acredita que até agora não há razão para afirmar que o AMCA será um verdadeiro caça a jato de 6ª geração. Muito provavelmente, a Índia criará uma aeronave de 5ª geração com umas  características de uma aeronave de 6ª geração e, no momento da criação, essa tecnologia dificilmente será competitiva em sua classe.


Quanto à afirmação do indiano, ele, muito provavelmente, não se referia a uma aeronave específica, mas sim ao conceito de caça de 6ª geração em geral, que está em discussão e o momento de sua implantação é desconhecido, inclusive para a mais alta liderança militar da Índia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here