"Causa desconhecida": Força Aérea dos EUA não conseguiu testar o ICBM Minuteman III - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 6 de maio de 2021

"Causa desconhecida": Força Aérea dos EUA não conseguiu testar o ICBM Minuteman III

O teste de lançamento do míssil balístico intercontinental Minuteman III (ICBM) anunciado pela Força Aérea dos Estados Unidos não ocorreu, o teste foi interrompido pouco antes do lançamento. Isso foi relatado pela assessoria de imprensa do Comando de Ataque Global da Força Aérea dos Estados Unidos.


Os militares dos EUA agendaram testes regulares dos ICBMs Minuteman III para confirmar as características do míssil. O lançamento de um ICBM com uma ogiva de treinamento deveria ocorrer a partir da Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia, de onde todos os mísseis são tradicionalmente testados. Porém, algo deu errado e o lançamento foi interrompido. A Força Aérea não cita o motivo, limitando-se a afirmar que está "sendo investigado" e que a possibilidade de adiamento do lançamento está "sendo avaliada".


O Minuteman III é atualmente o único ICBM baseado em terra em serviço nos Estados Unidos. De acordo com os últimos dados de fontes abertas, os Estados Unidos têm 450 mísseis Minuteman III, que permanecerão em serviço até pelo menos 2027, quando serão substituídos por novos ICBMs.


Os ICBMs Minuteman III estão em serviço no Exército dos Estados Unidos desde 1970, no final de 1978 sua produção foi descontinuada. O míssil é capaz de atingir alvos em um raio de 12 mil quilômetros.


Atualmente, a empresa norte-americana Northrop Grumman está desenvolvendo um novo míssil balístico estratégico GBSD, que deve substituir o antigo ICBM Minuteman III. Detalhes do desenvolvimento não foram divulgados, sabe-se que o novo ICBM deve ser universal com capacidade de implantação em plataformas móveis. Os ICBMs Minuteman III só podem ser lançados de silos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here