"Há uma bomba a bordo": Transcrição das conversas dos pilotos da Ryanair com o despachante Bielorrusso publicada - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 25 de maio de 2021

"Há uma bomba a bordo": Transcrição das conversas dos pilotos da Ryanair com o despachante Bielorrusso publicada

O Departamento de Aviação do Ministério dos Transportes da Bielorrússia publicou uma transcrição das negociações entre os pilotos do voo Atenas-Vilnius da Ryanair com o despachante bielorrusso. Ele informou à tripulação que havia uma bomba a bordo.


A gravação foi publicada no site oficial do Departamento de Aviação da Bielorrússia.


Logo após essa conversa, o avião pousou no aeroporto de Minsk.


Pela primeira vez, o despachante contatou a tripulação em 23 de maio às 12h30, horário de Moscou, para relatar a informação recebida dos serviços especiais sobre a bomba colocada a bordo do avião, que não foi posteriormente confirmada. A mensagem, que a administração do aeroporto recebeu por e-mail em nome do movimento Hamas, dizia que os agressores planejavam detonar uma bomba sobre Vilnius.


O despachante aconselhou os pilotos a pousarem em Minsk, mas eles se recusaram, decidindo seguir para Vilnius. Logo eles próprios contataram o serviço de despacho, mudando de ideia e aceitando a proposta do despachante bielorrusso. Provavelmente, isso foi influenciado pela situação no compartimento de passageiros e do caça da Força Aérea Bielorrussa que apareceu ao lado da aeronave.


Trecho das conversas do despachante e dos pilotos:


Despachante:


Para sua informação, temos informação dos serviços especiais de que tem uma bomba a bordo e que pode ser ativada em Vilnius.


Piloto:


Ok, você poderia repetir a mensagem?


Expedidor:


Repito mais uma vez, temos informação dos serviços especiais de que tem uma bomba a bordo. Esta bomba pode ser ativada em Vilnius ...


Expedidor:


Por razões de segurança, recomendamos que você pouse no UMMS.



Piloto:


A bomba ... A mensagem, de onde veio? Onde você conseguiu informações sobre isso?


Expedidor:


Autoridades de segurança do aeroporto disseram que receberam um e-mail.


Piloto:


Serviço de segurança do aeroporto de Vilnius ou da Grécia?


Expedidor:


Este email foi enviado para vários aeroportos.


Piloto:


Mais uma vez, essa recomendação de redirecionar para Minsk, de onde veio? De onde veio? Empresa? Ela veio do aeroporto de partida ou do aeroporto de chegada?


Expedidor:


Estas são nossas recomendações.


Piloto:


Você pode me dizer de novo?


Expedidor:


Estas são nossas recomendações.


Piloto:


Preciso de uma resposta para a pergunta, qual código é (ilegível) verde, amarelo ou vermelho?


Expedidor:


Dizem que o código é vermelho ...


Piloto:


Declaramos uma emergência MAYDAY, MAYDAY, MAYDAY. Nossas intenções são redirecionar para o aeroporto de Minsk ...

Um comentário:

Post Top Ad

Responsive Ads Here