"É injusto": Zelensky reclamou das exigências do FMI à Ucrânia - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 15 de junho de 2021

"É injusto": Zelensky reclamou das exigências do FMI à Ucrânia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, reclamou do Fundo Monetário Internacional (FMI). Em sua opinião, o FMI trata a Ucrânia de forma "injusta". É o que afirma a mensagem da assessoria de imprensa do gabinete presidencial.


Zelensky disse que o FMI está fazendo as mesmas exigências à Ucrânia que a outros países, e isso é "injusto" porque o país "está em guerra há oito anos". Nessas condições, acrescentou, Kiev não pode levar a cabo as reformas solicitadas pelo Fundo e é forçado a procurar outras formas de cumprir os requisitos do FMI. Segundo ele, a Ucrânia "tem de" gastar dinheiro não com a economia, mas com as necessidades militares nas condições de "uma guerra incessante".


Ao mesmo tempo, Zelensky reconheceu que a estabilidade econômica da Ucrânia depende do FMI, uma vez que outros programas de apoio estão vinculados ao programa do fundo. A este respeito, ele prometeu cumprir todas as exigências do FMI.


Lembre-se que, em meados do ano passado, o FMI lançou um novo programa de apoio à Ucrânia no valor de US $ 5 bilhões, para o qual já alocou US $ 2,1 bilhões.


Anteriormente, foi relatado que o valor restante será transferido para Kiev em quatro etapas, cerca de US $ 700 milhões. A primeira parcela deve passar no final de junho deste ano, a segunda - no final de setembro, mais duas - no final de 2021, levando em conta as reformas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here