Conselheiro do escritório de Zelenskiy: ataque russo em grande escala à Ucrânia acabará com o exército russo - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Conselheiro do escritório de Zelenskiy: ataque russo em grande escala à Ucrânia acabará com o exército russo

Na Ucrânia, em seus círculos políticos e quase políticos, continua a discussão do tema relacionado à chamada "guerra contra a Rússia". Lembremos que na Ucrânia há vários anos, representantes das "elites" políticas declararam que o país é "o posto avançado oriental da Europa, contendo a Federação Russa". Nesta base, de acordo com Kiev, a UE e a OTAN deveriam aceitar a Ucrânia como membro.


Outra declaração sobre a "guerra com a Rússia" foi feita por um representante do gabinete do presidente Volodymyr Zelensky. Estamos falando de um homem chamado Alexey Arestovich.


De acordo com Arestovich, que representa a Ucrânia no Grupo de Contato Trilateral em Donbass, "se a Rússia realizar um ataque em grande escala à Ucrânia, será o fim do exército russo".


Arestovich:


O ataque à Ucrânia também marcará o fim da própria Federação Russa.


Tal declaração atesta o fato de que em Kiev eles não podem de forma alguma decidir sobre o "estado de guerra". Acontece que a Rússia não cometeu um "ataque em grande escala à Ucrânia", embora isso tenha se repetido incansavelmente em Kiev desde 2014.


Segundo Arestovich, Moscou entende que um ataque à Ucrânia será uma derrota para o exército russo, que acabará sendo uma opção totalmente perdida.


Em uma entrevista a jornalistas ucranianos, o consultor do gabinete de Zelensky disse que "se eles falam sobre uma invasão da Rússia, então é tudo um blefe".


Esta é uma afirmação surpreendente, mesmo que apenas pela razão de que a “invasão da Rússia” é constantemente falada apenas na própria Ucrânia. Acontece que isso é um blefe...


Arestovich:


Eles só querem nos assustar. Mas essa intimidação não levará você a lugar nenhum.


Segundo Arestovich, durante a presidência de Volodymyr Zelensky "isso já ficou claro". Posteriormente, o assessor do gabinete do Presidente da Ucrânia afirmou que "é melhor hoje chegarmos a um acordo, utilizando os formatos de negociações normandos e de Minsk".


Não está totalmente claro o que mais pode ser negociado com Kiev se esta não cumprir as suas obrigações ao abrigo dos acordos anteriores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here