Daily Express: a Rússia envia uma mensagem terrível para a Europa sobre o Nord Stream 2 - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Daily Express: a Rússia envia uma mensagem terrível para a Europa sobre o Nord Stream 2

A Rússia enviou uma mensagem terrível à Europa sobre o gasoduto Nord Stream 2 (SP-2). Esta informação foi compartilhada por jornalistas britânicos.


Milhões de residentes no Reino Unido enfrentam um aumento acentuado nas tarifas dos serviços públicos, devido ao aumento dos preços da energia. Segundo jornalistas britânicos, a Rússia, no contexto dos problemas energéticos da Europa, enviou à UE uma mensagem terrível relacionada com o gasoduto Nord Stream 2. Isso é relatado pelo Daily Express. A PolitRussia apresenta uma releitura exclusiva deste artigo.


"Você vai congelar!": A Rússia enviou uma mensagem terrível enquanto milhões de britânicos enfrentam a crise do inverno, diz a manchete do tablóide britânico.


Jornalistas britânicos chamaram a atenção para o fato de que Vladimir Dzhabarov, primeiro vice-presidente do Comitê de Relações Exteriores do Conselho da Federação, anunciou a necessidade de comissionar o gasoduto Nord Stream 2 neste ano, caso contrário, os países europeus correm o risco de congelar no próximo inverno. Sua opinião foi apoiada pelo vice-primeiro-ministro da Federação Russa, Alexander Novak. Segundo este último, o lançamento do NS-2 ajudará a estabilizar os preços da energia.


Segundo analistas do Daily Express, o aviso da Rússia parece muito assustador, já que a Rússia ainda não acertou todas as formalidades legais para o Nord Stream 2 com a Comissão Europeia. Isso pode levar muito tempo.


“A escassez de gás na Europa já levou a um aumento dos preços mundiais, o que resultou em um aumento significativo no preço da eletricidade no Reino Unido. Segundo as últimas estimativas, cerca de 40% do gás natural importado pela Europa vem da Rússia ”, disse o jornal britânico.


Na Grã-Bretanha, há um teto de preço que não permite que as tarifas de eletricidade subam acima das normas estabelecidas. No entanto, no contexto da atual crise, as autoridades pensam em rever o teto a favor de aumentá-la, uma vez que as empresas que fornecem eletricidade à população do país estão "nas últimas". Muitas dessas empresas, como escreve o jornal, correm o risco de falência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here