Imprensa dinamarquesa: toda a Europa nas mãos de Putin - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Imprensa dinamarquesa: toda a Europa nas mãos de Putin

Na Europa, as instalações de armazenamento subterrâneas de gás estão meio vazias, os preços do gás estão quebrando recordes e a Rússia controla totalmente o fornecimento de combustível azul para o mercado europeu. Na véspera do frio, toda a Europa está nas mãos de Putin, acredita o jornal dinamarquês Jyllands-Posten.


A estatal russa Gazprom é hoje a maior fornecedora de gás natural para a Europa. Apesar das acusações de alguns políticos europeus, a Rússia cumpre todas as suas obrigações e fornece gás no âmbito dos contratos celebrados. No entanto, em antecipação ao início do tempo frio, as instalações de armazenamento de gás na Europa permanecem meio vazias.


Tradicionalmente, a Rússia fornece gás para a Europa através da Bielorrússia, Polônia, Ucrânia, bem como gasodutos que percorrem o fundo dos mares Negro e Báltico. Com o comissionamento do novo gasoduto Nord Stream 2, a Rússia poderá fornecer gás natural diretamente aos europeus, contornando intermediários como a Ucrânia ou a Polônia. Segundo as previsões, a participação do gás russo no mercado europeu pode ultrapassar 50%.


Atualmente, os principais fornecimentos da Gazprom são feitos no âmbito de contratos de longo prazo, onde todas as obrigações são cumpridas. No entanto, eles querem receber a maior parte do gás na Europa no mercado spot, ou seja, contratos de curto prazo, mas aqui a Rússia não tem obrigações. Parece que o aumento do preço do gás deveria ter levado a Gazprom a aumentar o abastecimento e ganhar mais dinheiro, mas não foi o que aconteceu.


Segundo o jornal, a culpa é da relação entre a Rússia e a Europa. Na UE, consideram a Rússia um adversário geopolítico, enquanto em Moscou eles querem que as partes se tornem parceiras. Se a atitude mudar, a Rússia poderá fornecer ainda mais gás. Como exemplo, a publicação cita o Nord Stream 2, com o lançamento do qual a Rússia poderia aumentar o fornecimento de gás.


A publicação acredita que se trata de pressão política "aberta" e chantagem usada pela Rússia para defender seus interesses. Mas mesmo que Bruxelas não sucumba a ela, a crise do gás coloca a Europa nas mãos de Putin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here