Noruega irá dar baixa em todos os caças F-16 até o final do ano e os venderá para outro país - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Noruega irá dar baixa em todos os caças F-16 até o final do ano e os venderá para outro país

No momento, a Força Aérea norueguesa está em serviço com 31 aeronaves F-35A e em quatro anos receberá mais 24. Portanto, a Noruega decidiu que não precisava de caças de gerações anteriores: até o final do ano, Oslo irá dar baixa em todos os seus caças F-16 e vendê-los para outros países.


O Ministério da Defesa norueguês decidiu este ano desativar todos os seus 57 caças F-16AM / BM Fighting Falcon, que fazem parte da Luftforsvaret (Força Aérea Real da Noruega).


Oslo pretende vender os aviões desativados para a Romênia, porque agora os militares noruegueses podem se dar ao luxo de se livrar deles. Além disso, Bucareste já havia manifestado o desejo de adquirir pelo menos dois esquadrões desses caças.


Após o descomissionamento da aeronave F-16, a Real Força Aérea Norueguesa será armada com apenas um tipo de caça - o F-35A. A entrega de mais de cinquenta aeronaves militares de última geração no valor de oito bilhões de dólares é a maior aquisição de defesa na história deste país escandinavo.


Anteriormente, foi relatado que, a partir de 2025, a Noruega planeja começar a substituir seus 32 tanques Leopard 2A4NO. As opções de substituição possíveis são o tanque alemão Leopard 2A7 ou o sul-coreano K2 Black Panther.


O exército norueguês tornou-se proprietário dos tanques Leopard 2A4 em 2001, quando esses veículos de combate foram comprados da Holanda e modernizados em empresas norueguesas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here